As Escrituras falam da voz que clama no deserto, que um dia florescerá e será transformado em jardim. Falam do pássaro que encontra abrigo nos altares do santuário do Senhor. Falam do pastor cuidando do seu rebanho, do povo de Israel atravessando pelo meio do mar Vermelho como se fosse em terra seca. Falam da […]

Continue lendo →

Leia: Isaías 42.1-9   Isaías é um livro profundo. Entre tantas complexidades está a figura do servo do Senhor. Ela aparece em vários textos, dos quais o mais conhecido é o capítulo 53 que o Novo Testamento aplica a Jesus Cristo. No contexto histórico de Isaías, o servo pode ser Israel (41.8-9) ou o profeta […]

Continue lendo →

A profundidade do pensamento de Kierkegaard é aqui ultrapassada pela profundidade do tema. Como se pode dizer algo correto sobre o amor, se Tu fores esquecido, ó Deus do Amor, de onde vem todo amor no céu e na terra; Tu que nada reténs, mas a tudo dás em amor; Tu que és amor, de […]

Continue lendo →

Aproveito meu novo começo, agora no Portal Ultimato, para dividir com o leitor minha participação no programa Autorretrato da Música Cristã Brasileira, produzido pela Universidade Mackenzie. Foi uma alegria e uma oportunidade de mostrar algumas canções que estão entaladas na garganta e ainda não puderam ser registradas em forma de CD. Na verdade, a canção para […]

Continue lendo →

Amigos, sei que é difícil encontrar hinos e cânticos para a ceia. Acabei de escrever um e compartilho. A simplicidade da Ceia e, ao mesmo tempo, a sua riqueza teológica e poética fascinam qualquer artista, de Dali a Chico Buarque. Falar de pão, falar de vinho, falar de mesa, falar de tempo e eternidade: eis […]

Continue lendo →

Esta canção tão singela tem sido ouvida e amada por tanta gente. Só agora me toquei que ainda não a havia postado aqui no blog. Então, atendendo a inúmeros pedidos de ninguém, deixo aqui a letra e mais abaixo arquivo em mp3 desta declaração de amor à nossa Terra, tão frágil, tão bonita, que gosta […]

Continue lendo →

Eterno é Deus, Tudo o mais é uma folha de alfazema Que o vento leva no doce perfume da açucena, Águas passadas nas longas braçadas do moinho, Leve desenho na pena de um livre passarinho. .

Continue lendo →