Pois é, gente. Não é que recebi a visita de meu super-herói?! Não é todo dia que a gente tem esses privilégios. Arthur veio até minha casa, conversamos, tocamos música (ele toca bateria!), tomamos refri, trocamos figurinha, como se diz. Fiquei feliz da vida por essa visita inesperada, e espero que ele venha mais vezes. […]

Continue lendo →