No dia da Consciência Negra, um poema inesquecível de Maya Angelou, numa tradução muito imperfeita (imprecisa e sem rimas), mas necessária.   Pássaro Engaiolado (Maya Angelou)   Um pássaro livre pula nas costas do vento e flutua rio abaixo até a corrente parar e mergulha suas asas nos raios alaranjados do sol e ousa clamar […]

Continue lendo →

As Escrituras falam da voz que clama no deserto, que um dia florescerá e será transformado em jardim. Falam do pássaro que encontra abrigo nos altares do santuário do Senhor. Falam do pastor cuidando do seu rebanho, do povo de Israel atravessando pelo meio do mar Vermelho como se fosse em terra seca. Falam da […]

Continue lendo →