Nestes dias de Natal, nada melhor que um pouco de leitura bíblica e reflexão. Após a leitura de Mateus 1-2; Lucas 2.41-51; 3.23-38, caminhemos um pouco ao lado de Frederick Buechner: Não se pode culpar José por considerar a possibilidade do divórcio ao descobrir que, não por sua causa, Maria estava grávida. Entretanto, quando lhe […]

Continue lendo →

Finalmente, estou realizando um sonho antigo nestas férias: ler Os Miseráveis, de Victor Hugo. Estou saboreando cada linha. O livro começa com uma descrição detalhada da vida, feitos e pensamentos de Dom Bienvenu, bispo de Digne (França) em 1815. Minhas expectativas eram encontrar um texto denso, literiariamente rico, mas não necessariamente edificante. No entanto, topei […]

Continue lendo →

Aqui vai mais uma preciosidade do Buechner, quebrando este jejum de tantos dias sem postar. Desculpem-me, é a correria do final de ano me levou na correnteza. “Bem-aventurados vocês, que agora choram, pois haverão de rir”, disse Jesus (Lc 6.21). Isso não quer dizer apenas que vocês haverão de rir quando o tempo vier, mas […]

Continue lendo →