Os passarinhos são nossos grandes mestres. Tenho um punhado de canções falando deles e tem até uma falando a eles. Entre os livros que ando saboreando ultimamente, estou com o Beyond Words, do Frederick Buechner. Alimento para a cabeça e para o coração. Rolando pelo céu do verão, pousando no topo das árvores, alimentando seus […]

Continue lendo →

Compartilho este surpreendente poema de Eugene Peterson. A descrença implume cairia como uma pedra Através da plenitude de ventos ascendentes, em camadas; o falcão De cauda vermelha voa e paira, sem pressa Embora faminto, despreza preguiçoso As refeições fáceis de refugo putrefato, Esperando astutamente a presa esquiva: um vazio visível Sobre uma invisível plenitude. O […]

Continue lendo →

Enquanto publicava as fotos no post anterior, ia tocando adiante minha leitura de Bakhtin. Tenho aula amanhã no Mestrado em Educação da Unesc. Entre uma página e outra, topei com a seguinte frase que me fez parar: A palavra não é um objeto, mas um meio constantemente ativo, constantemente mutável de comunicação dialógica. Ela nunca […]

Continue lendo →

Aqui estão algumas fotos tiradas com o trio Azeviche, de Campinas. Os músicos são: Bruno Mangueira (arranjos, violões), Marcos Souza (baixo acústico) e Roberto Peres “Magrão” (percussão). Eu sei, músicos de primeira linha para acompanhar um cantor de quinta. Que se há de fazer? . . . . . . . O local das gravações […]

Continue lendo →

Depois de ter sobrevivido por 227 dias no mar e lembrando-se de sua aventura em seu pequeno bote salva-vidas perdido no meio do Oceano Pacífico e acompanhado apenas do perigoso tigre chamado Richard Parker, o herói do livro Life of Pi lembra-se da falta que sentiu de um bom livro para ler, um livro que […]

Continue lendo →

Terminei de ler recentemente o livro Life of Pi, de Yann Martel. O livro conta a história de Piscine Patel, um menino indiano que sobrevive a um naufrágio num pequeno bote salva-vidas juntamente com um tigre de bengala, uma hiena e uma gorila. Qualquer semelhança com as aventuras de Robison Crusoe, Gulliver, o Ishmail de […]

Continue lendo →