Assim como a voz aprende o silêncio,Assim como o olho aprende a não verAssim minha mão aprende o acenoE minha cabeça aprende a esquecer.Assim como a pele sente o que é frio,Assim como o vôo sente o que é chão,Assim o meu pé aprende a escadaE o próximo passo paira no vãoE faz sua pausa […]

Continue lendo →

Eterno é Deus,Tudo o mais é só folha de alfazemaQue o vento leva no doce perfume da açucena,Águas passadas nas longas braçadas do moinho,Leve desenho na pena de um livre passarinho. Eterno é Deus,E o resto é a sombra de uma nuvemSobre a corrente das águas que de repente surgemE prontamente se escoam na sequidão […]

Continue lendo →

Uma palavra de amorVale por todos os sons,Todos os sins, todos os nãos,Todos os ais, todos os tons,Cura uma dor, cessa o chorar,Tira um rancor, no seu lugarPlanta uma flor e espera até brotar. Uma canção de amorVale por todo o calar,Todo o sofrer, todo e esperar,Todo o correr, todo o chegar,Faz conhecer, faz procurar,Faz […]

Continue lendo →