Ainda sobre a trágica foto de Aylan, o menino sírio encontrado morto na beira da praia, que rodou o mundo. Li os comentários ao meu pequeno texto (pelos quais agradeço) e ponderei algumas questões: Escrevi o texto no calor dos sentimentos. Fui movido mais pela indignação do que por uma análise mais apurada do assunto. […]

Continue lendo →

O UOL publicou e justificou dizendo que jornalismo serve para informar. Mas há muitas formas de informar — algumas éticas, outras sensacionalistas. Eu me recuso a publicar ou compartilhar a foto da criança refugiada morta. É verdade que não faz diferença, já que todo mundo vai vê-la de qualquer forma. Mas não acredito neste jornalismo que […]

Continue lendo →