Há um risco eminente em usarmos a palavra “santidade”. Tanto pelo seu desgaste e aversão na geração atual, quanto pela tendência ao legalismo religioso, que nos isola das pessoas e da realidade. A palavra, no original, significa “separado”. Uma separação que tem a ver com resgate. Somos resgatados de uma vida má, e somos colocarmos […]

Read More →

Quando já não sabemos o rumo, descobrimos que a esperança é a “âncora da alma” (Hb 6.19). Firme e segura, ela nos alimenta com coragem para adentrar no mundo de Deus – realidade profunda, surpreendente, “santuário interior, por trás do véu” (6.19). Em Deus, a salvação é visível, palpável; ela nos dá “prontidão até o […]

Read More →