Lá estão eles, rostos fechados, só mexendo as bocas com chicletes, dedos nos smartphones e, em alguns casos, fones nos ouvidos. São os usuários do metrô de São Paulo. Gente de todo tipo, mas com comportamentos bem parecidos. Mas eis que uma turma entra no metrô, falando alto, rindo. Juntam-se no mesmo lugar. De repente, […]

Continue lendo →