Arquivo | Ética RSS for this section

Jesus: uma mão para quem não tem

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Nem sempre conseguimos discernir as manifestações da graça de Deus ao nosso redor. E, quase sempre, tentamos “domesticar” e delimitar a sua amplitude na vida das pessoas. Parece mais fácil ser Deus do que amar a Deus; mais fácil controlar as pessoas do que amar as pessoas. Como podemos enfrentar os extremos do legalismo (regras mais importantes que pessoas) e do relativismo (ausência de certo e errado)?

Continue lendo

Inconformismo — vivendo em (in)conformidade com o mundo

ESTUDO 1 – Série Livros – “O Discípulo Radical”, John Stott

Estar no mundo sem ser do “mundo”; viver e servir na sociedade sem assumirmos os mesmos valores. Esse é o desafio proposto por John Stott no primeiro capítulo de “O Discípulo Radical”. E não são desafios novos. Então, como a igreja deve lidar com o pluralismo, o relativismo ético, o materialismo e outros “ismos” nos dias de hoje?

Este é o primeiro de oito estudos bíblicos que inaugura a “Série Livros – O Discípulo Radical”, desenvolvida a partir do livro de John Stott, o último escrito pelo conhecido pastor e teólogo inglês.

Continue lendo

Cuidado com a criação – e Deus viu que era bom

ESTUDO 4 – Série Livros – “O Discípulo Radical”, John Stott

O cuidado com a criação, é um lembrete de que os aspectos de um discipulado radical não devem estar limitados às esferas pessoais e individuais. Como uma perspectiva correta da natureza como criação de Deus pode nos ajudar a evitar os extremos da “deificação da natureza” e da exploração inconsequente? Que atitudes práticas você e sua comunidade cristã poderiam adotar como expressão de que o nosso entendimento bíblico de missão inclui o cuidado com a criação?

Continue lendo

Simplicidade – um só Senhor

ESTUDO 5 – Série Livros – “O Discípulo Radical”, John Stott

Todos os cristãos dizem ter recebido de Jesus Cristo uma nova vida. Mas qual o estilo de vida certo? Se a vida é nova, o estilo de vida precisa ser novo também. Como Jesus desafiou seus discípulos acerca deste tema? Como eles deveriam reagir diante da posse de bens materiais? Por que a avareza representava um perigo constante? Onde deveriam depositar sua confiança?

Continue lendo

A fé e o bem-estar das crianças – uma relação de causa e efeito

No meio da multidão Jesus enxerga uma criança oprimida, queimada, atormentada. Os olhos de Jesus não priori­zam as massas e sim o pequenino, subjugado pelo mal. E ao invés de ver a multidão como benção, ele a denuncia como incrédula e corrupta. Será que Jesus se identifica com o menino que como criança carrega as marcas e o sofrimento decorrentes de uma sociedade corrupta? A mesma socie­dade que logo mais crucificará um homem inocente ao mesmo tempo em que libertará um criminoso?

Continue lendo