Arquivo | Ética RSS for this section

A batalha contra o mundo

O mundo é um obstáculo à santificação. E, por incrível que pareça, também um aliado. Como? Na medida em que testemunhamos e agimos para transformá-lo. Como fazer isso? Precisamos conhecer e ver o mundo como Deus o vê.

Continue lendo

Amigos leais… nem sempre legais

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 363

Deus nos criou para vivermos em comunidade. Nós precisamos uns dos outros e não há espaço para a existência de cristãos do tipo “você S. A.”. Precisamos sempre nos perguntar se temos valorizado a riqueza de fazermos parte de uma comunidade que busca a mesma direção.
Temos nos colocado à disposição de outros, e ao mesmo tempo procurado companheiros de caminhada que nos ajudem a avaliar o nosso crescimento cristão? Enxergamos nossa necessidade de mentores ou “diretores espirituais” a quem podemos recorrer para nos ajudar a avaliar nossos pensamentos e sentimentos?

Continue lendo

O objetivo da vida cristã

Esta é a definição popular de uma pessoa fanática: “Um fanático é alguém que, tendo perdido a visão de seu objetivo, redobra seus esforços para alcançá-lo”. O cristão deve ter uma ideia clara de qual é seu objetivo. No texto do estudo, Jesus disse o que devemos buscar em primeiro lugar. Essa deve ser nossa prioridade. Buscar o reino e a justiça. Essas são as prioridades da vida cristã. Mas o que significa isso?

Continue lendo

Perdão: o pecado já era

Não é difícil encontrar pessoas que consideram totalmente injusta a sua inclusão no “rol de pecadores dependentes da graça”, uma vez que elas não cometem pecados “sérios”. Mas, para Deus, não há “pecadinho” ou “pecadão”. Outros não estão convencidos da sua dependência da graça e do perdão diário de Deus. Como lidar com a culpa e com o perdão?

Continue lendo

Jesus: uma mão para quem não tem

ESTUDO BÍBLICO | Série Revista Ultimato – edição 361

Nem sempre conseguimos discernir as manifestações da graça de Deus ao nosso redor. E, quase sempre, tentamos “domesticar” e delimitar a sua amplitude na vida das pessoas. Parece mais fácil ser Deus do que amar a Deus; mais fácil controlar as pessoas do que amar as pessoas. Como podemos enfrentar os extremos do legalismo (regras mais importantes que pessoas) e do relativismo (ausência de certo e errado)?

Continue lendo