Arquivo | Espiritualidade RSS for this section

A revelação pessoal de Deus

A Bíblia fala de um Deus que se revela. O conteúdo do Cristianismo é revelacional, advém do conhecimento e estudo que o homem faz da revelação de Deus.

O objetivo deste estudo é mostrar a importância do Filho na transmissão pessoal da revelação especial de Deus e como essa revelação nos conduz a um relacionamento pessoal com Pai, diferentemente de uma religião esotérica, em que seus ensinamentos sempre são adquiridos por meio de experiências místicas.

Continue lendo

Jesus e a nossa esperança

Uma forte tempestade agitava o barco dos discípulos, causando medo e pavor. Jesus atende ao pedido de socorro deles e profere as mencionadas palavras “acalma-te, emudece”. Diante dessa atitude de Cristo, fica até hoje a pergunta no ar: “Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”

Mesmo após a sua ressurreição e ascensão, as pessoas continuam a se perguntar “quem é este”. O evangelho de João apresenta Jesus como o motivo para a esperança. O que faz de Cristo alguém credenciado para dar esperança àqueles que o procuram?

Continue lendo

Jesus e as nossas orações

A oração é uma das maiores bênçãos que Deus nos concedeu. O Senhor nos dá condições para falar com ele, ensina-nos a fazê-lo e assiste-nos com o seu Espírito. Sem a oração perdemos totalmente a vitalidade espiritual. Conhece mais a Deus quem mais conversa com ele, meditando na sua Palavra e falando-lhe em oração.

Por meio da Palavra, especialmente pela prática e ensinos de Cristo, podemos aprender sobre a oração. Nesta lição vamos nos deter mais especificamente em alguns dos princípios expressos na oração ensinada por Jesus aos seus discípulos.

Continue lendo

O único Deus da História

A Reforma Protestante do século 16 foi um movimento ligado à insatisfação espiritual de dezenas de pessoas que, ao longo dos tempos, não encontravam na igreja romana espaço para a manifestação de sua fé nem alimento para as suas necessidades espirituais.

Dois dos pontos enfatizados pelos reformadores foram: Somente as Escrituras e Somente Cristo. Essas afirmações envolviam a compreensão de que somos salvos unicamente pela obra de Cristo e que tudo que podemos saber de Deus e de sua vontade está revelado nas Escrituras.

Continue lendo

Para cantar com graça no coração

O louvor está associado à nossa fé e os cânticos devem ser a expressão de uma experiência com Deus. Deus requer de nós criatividade e também fidelidade. 

A música ensina e, por isso mesmo, as Escrituras devem ser sempre o critério aferidor de todas as nossas experiências, emoções e gosto.

O conhecimento de Deus está presente em nossos cânticos? O que fazer para que a música seja ade­quada ao ensino da Palavra de Deus?

Continue lendo