A prática da espera

A Prática da Espera

 

Texto Básico: 2 Pe 3.8-14

Textos de Apoio
Sl 27.14
Sl 39.7
Sl 69.3
Sl 71.14
Is 40.31
Is 64.4

Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu [Salmo 42.5]

Um dos maiores transtornos do homem é não saber nem querer esperar. Assim como o feto gasta nove meses para se transformar em uma criança apta para sair do ventre materno e sobreviver fora dele, muitas de nossas carências não são nem podem ser satisfeitas imediatamente, ao toque de uma varinha de condão, como muitos querem.

A prática da espera é difícil por causa da impaciência, do imediatismo e da curiosidade. Um erro é não esperar nada, outro é não saber esperar.

1. Para entender o que a Bíblia fala

Segundo a Palavra de Deus, é preciso aprender a esperar:

a) O fim da tempestade, isto é, o fim da provação, o fim da tentação, o fim do período de vacas magras. O que Pedro aconselha aos cristãos que passavam por duras perseguições? (1 Pe 1.6, 7; 4.12, 13)

b) A hora de Deus. Ele enfeixou em suas mãos os tempos e as épocas e exerce autoridade sobre eles (At 1.7). Como Moisés compara o relógio de Deus com o relógio do homem? (Sl 90.4) O que essa verdade significou para ele próprio? (At 7.23, 25, 30-34)

c) A evolução dos acontecimentos. O que Pedro nos ensina? (2 Pe 3.8, 9)

d) A resposta à oração. Muitos personagens bíblicos e da história esperaram muito para terem suas orações atendidas. O que Jesus nos ensina a esse respeito? (Lc 18.1, 7, 8)

e) A direção do Senhor. Nem sempre a direção que parece lógica e certa é a direção de Deus. Paulo queria continuar na Ásia, mas para onde Deus o queria levar? (At 16.6-10)

f) Os acontecimentos futuros. Quais são eles? [Confira nos textos indicados abaixo]
> Rm 13.11
> Mt 24.42
> Rm 8.23
> Rm 8.18
> 2 Pe 3.13
> Mt 6.10 cf. Ap 11.15

Hora de avançar

A prática da espera é a arte de aguardar tranqüilamente a hora de Deus, sem deixar de fazer o que é de nossa competência e sem fazer o que é da competência de Deus, deixando de lado toda impaciência e todo esmorecimento.

2. Para Pensar

É preciso esperar numa atitude de confianca: “Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro” (Sl 40.1). É preciso esperar numa atitude de paciência: “Depois de esperar com paciência, obteve Abraão a promessa” (Hb 6.15). É preciso esperar numa atitude de tranqüilidade: “Vou esperar, tranqüilo, o dia em que Deus castigará aqueles que nos atacam” (Hc 3.16, BLH).

Existe o erro de esperar o que não é preciso, como aconteceu com a mulher samaritana que aguardava o Messias, sem saber que Ele próprio falava com ela (Jo 4.25). Assim, já não é preciso esperar a vinda do Messias, a efusão do Espírito — que se deu no dia de Pentecostes (At 2.1-4) —, algum acréscimo ao evangelho pregado pelos apóstolos (Gl 1.8, 9) e o tempo de proclamar o evangelho (Mt 28.19, 20).

O que disseram

“Na prática da espera, Deus pode produzir em nós confiança, paciência e quietude. Assim poderemos fazer frente às atitudes inversas de dúvida, ansiedade e ativismo. Uma tentação é deixar de esperar, abandonar a esperança, cansar-se de uma espera que parece longa demais. Outra é intrometer-se, resolver a questão de qualquer modo, assumir a responsabilidade de providenciar o que estava nas mãos de Deus.”

3. Para responder

a) Há algo em sua própria vida ou na vida de pessoas de seu relacionamento que você está quase desistindo de esperar?

b) Como as outras práticas estudadas podem ajudálo a não entregar os pontos e renovar a sua espera?

Você e Deus

1) Aguarde o desenrolar dos acontecimentos de sua própria vida, quando for o caso. Espere o fim da dificuldade, a hora de Deus, a resposta àquela antiga oração, a direção do Senhor, agarrando-se firmemente às promessas de Deus.

2) Não menospreze as esperas escatológicas, que nos parecem tão demoradas. Continue esperando!

>> Estudo bíblico a partir do capítulo 11 do livro Práticas Devocionais. Editora Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

Tags:

2 Comentários para “A prática da espera”

  1. Roseli 18 de novembro de 2016 at 8:03 #

    muito esclarecedor…

Trackbacks/Pingbacks

  1. Estudos bíblicos para terminar e começar bem o ano | Blog da Ultimato - 20 de dezembro de 2017

    […] > Prática da Espera […]

Deixe um comentário