A Bíblia é o livro mais copiado à mão (antes da invenção da imprensa), mais impresso, mais traduzido (a Bíblia inteira já foi traduzida para 485 línguas; o Novo Testamento, para 1.249; e alguma porção dela, para 810), mais vendido, mais presenteado, mais revisado, mais lido e mais querido, antes de Cristo (apenas o Antigo […]

Continue lendo →

Apolo, com argumentos fortes, derrotava os judeus nas discussões públicas, provando pelas Escrituras Sagradas que Jesus é o Messias. (Atos 18.28) Um pregador sem as Escrituras Sagradas não tem conhecimento, não tem argumento, não tem autoridade nem tem o que dizer. Como provar que Jesus é o Messias sem conhecer o rolo de Isaías, aquele […]

Continue lendo →

“Ninguém pode explicar, por si mesmo, uma profecia das Escrituras Sagradas.” (2Pe 1.20) Não se acha a palavra Bíblia na Bíblia. Ela não existia na época dos profetas e dos apóstolos. Para se referir aos livros inspirados do Antigo Testamento, dizia-se Escrituras Sagradas, expressão que aparece mais de cinquenta vezes no Novo Testamento. Em nossas […]

Continue lendo →

Os crentes de ontem e de hoje são obrigados a transmitir a bagagem do temor do Senhor aos seus filhos. Quando isto não acontece de forma generalizada e por muito tempo, a geração seguinte “será uma geração obstinada e rebelde” (Sl 78.8), “uma geração má e adultera” (Mt 12.39, 16.4) e uma geração “incrédula e […]

Continue lendo →