Por causa da sua grande misericórdia, ele nos deu uma nova vida pela ressurreição de Jesus Cristo. (1Pe 1.3b)

A nova vida decorre da ressurreição de Jesus Cristo. Essa afirmação de Pedro torna mais comprida a longa informação dada por Paulo aos coríntios: “Se Cristo não foi ressuscitado, nós não temos nada para anunciar e vocês não têm nada para crer. E mais ainda, nesse caso estaríamos mentindo contra Deus, porque afirmamos que ele ressuscitou Cristo”… “E, se Cristo não foi ressuscitado, a fé que vocês têm é uma ilusão, e vocês continuam perdidos nosseus pecados. Se Cristo não ressuscitou, os que morreram crendo nele estão perdidos. Se a nossa esperança em Cristo só vale para esta vida, nós somos as pessoas mais infelizes deste mundo” (1Co 15.14-19). Qual seria o maior desastre da História: a Queda do homem ou a não ressurreição de Jesus Cristo?

Pedro volta a falar sobre a ressurreição do Senhor outras duas vezes nessa carta de apenas cinco capítulos: “Por meio dele [de Jesus] vocês creem em Deus, que o ressuscitou e lhe deu glória” (1.21) e “essa salvação vem por meio da ressurreição de Jesus, que foi para o céu e está do lado direito de Deus, governando os anjos, as autoridades e os poderes do céu” (3.21-22).

Além de declarar por escrito a ressurreição do Senhor, Pedro o fez também de maneira audível no sermão do Pentecostes e em outras reuniões. Um dos mais benfeitos pronunciamentos a respeito da ressurreição de Jesus é do apóstolo: “Vocês mesmos o mataram por mãos de homens maus, que o crucificaram. Mas Deus ressuscitou Jesus, livrando-o do poder da morte, porque não era possível que a morte o dominasse” (At 2.23-24).

– A ressurreição de Jesus é o poder dos poderes!

Texto extraído do livro Refeições Diárias Com Os Discípulos. Ultimato, 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>