Tudo de que precisamos

quarta-feira
quarta-feira

Seu divino poder nos deu tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade, por meio do pleno conhecimento daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude. (2 Pedro 1.3)

É possível uma pessoa ter um grande conhecimento sobre Deus sem ter muito conhecimento de Deus. Não faltam livros nas bibliotecas das igrejas, ou sermões nos púlpitos sobre como orar, como testemunhar, como ler a Bíblia, como dar dízimo, como ser um jovem cristão, como ser um idoso cristão, como ser um cristão feliz. É possível receber muito ensino de segunda mão sobre a prática do cristianismo. Além disso, se a pessoa tiver um pouco de senso comum, ela poderá usar o que aprendeu para ajudar cristãos vacilantes, com temperamento menos estável, a acertar o passo e desenvolver um senso correto sobre seus problemas e, deste modo ganhar a reputação de ser um verdadeiro líder cristão. Mas nós conhecemos a Deus de verdade? E por sermos cristãos e conhecermos a Deus, os aborrecimentos que temos ou a afabilidade que não tivemos não têm mais importância para nós?

E por conhecermos a Deus, será que os aborrecimentos que temos ou os prazeres que não temos por sermos cristãos não têm mais importância para nós?

Para refletir: Pense nas perguntas acima e responda-as diante de Deus em oração. 

>> Retirado de Conhecendo a Deus ao Longo do Ano, J. I. Packer. Editora Ultimato.

Ouça as nossas devocionais pelo Spotify!

Print Friendly, PDF & Email

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário