O santo nome de Deus

segunda-feira
segunda-feira

Não é por sua causa, ó nação de Israel, que farei essas coisas, mas por causa do meu santo nome, que vocês profanaram entre as nações para onde foram. (Ezequiel 36.22)

Há uma frase em particular que é repetida cerca de noventa vezes por Ezequiel, como uma espécie de refrão. Esta frase é chamada geralmente de “fórmula de reconhecimento”, confirmando a autoria de Javé: “Então vocês [ou eles] saberão que eu sou o Senhor”. Ela expressa o desejo maior e fundamental de Deus de ser reconhecido por quem e por aquilo que ele é. Há três situações principais em que Javé deseja que isso aconteça: quando julga seu povo, quando salva seu povo e quando se manifesta às outras nações, além de Israel.

Talvez o exemplo mais notável da primeira situação esteja no capítulo 6, quando Ezequiel recebe a ordem de profetizar contra os montes de Israel. Javé está prestes a destruir aqueles lugares altos, dispersar os sobreviventes, trazer seus três juízos (espada, fome e pestilência) sobre os idólatras e tornar a terra toda um lugar de desolação. Após cada uma dessas quatro advertências solenes, o mesmo refrão aparece: “Eles [vocês (6. 7)] saberão que eu sou o Senhor” (v. 7, 10, 13-14).

Esta mesma fórmula é usada quando Javé salva seu povo. Observe a visão dos ossos secos. Deus promete a Israel que irá colocar o seu Espírito dentro deles e trazê-los de volta à sua terra, e acrescenta: “Então vocês saberão que eu sou o Senhor” (37.13). Os horizontes de Ezequiel, no entanto, vão além de Israel e abrangem o mundo. Assim, nos capítulos de 25 a 32, Ezequiel se dirige às sete nações ao redor de Israel e a fórmula de reconhecimento aparece vinte vezes nesses capítulos, às vezes em forma de juízo, e em outras prevendo algum tipo de incorporação à aliança do povo de Deus. Ezequiel não havia esquecido da promessa de Deus a Abraão — por meio de seus descendentes todos os povos da terra seriam abençoados.

Por trás da fórmula de reconhecimento está o zelo de Javé pelo seu santo nome, que Israel havia profanado diante das nações (36.21). Javé age por amor ao seu nome, para que ele receba a honra que lhe é devida. Nós deveríamos demonstrar esse mesmo zelo. Não há motivação maior para missões do que essa.

Para saber mais: Ezequiel 36.22-32

 >> Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário