O segundo sermão de Pedro

quinta-feira
quinta-feira

Pedro lhes disse […] O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus dos nossos antepassados, glorificou seu servo Jesus. (Atos 3.12-13)

O povo, maravilhado com a cura do aleijado, reuniu-se em um dos pórticos do templo. Pedro então aproveitou a oportunidade para pregar. Assim como o evento de pentecostes havia lhe dado o tema para o seu primeiro sermão, a cura do aleijado serviu de gancho para o segundo. Ambos foram atos poderosos do Cristo exaltado. Ambos proclamaram Jesus como Senhor e Salvador. Ambos provocaram assombro e admiração na multidão.

Pedro começou dando todo o crédito a Jesus, declarando com ousadia e coragem que eles o haviam destituído (matando-o), mas Deus o honrara (ressuscitando-o).

Talvez a característica mais notável do sermão de Pedro seja a centralidade de Jesus. Ele desviou a atenção da multidão, tirando-a do aleijado e dos próprios apóstolos para conduzi-la ao Cristo ressurreto e exaltado. Ele deu testemunho de Jesus, atribuindo a ele vários títulos importantes: “Jesus Cristo de Nazaré” (v. 6), “servo [de Deus]” (v. 13), “Santo e Justo” (v. 14), “autor da vida” (v. 15) e “profeta [como moisés]” (v. 22). A seguir, Pedro exortou-os para que se arrependessem, pois assim eles poderiam herdar as bênçãos do arrependimento, especialmente o perdão e a restauração, até a vinda de Cristo para consumar todas as coisas. Essas promessas foram anunciadas no antigo Testamento, e Pedro mencionou algumas delas. É impressionante a maneira como ele juntou os diversos elementos da profecia do antigo Testamento em um testemunho único.

Este amplo testemunho que apresenta Jesus como rejeitado pelos homens, mas aprovado por Deus, como o cumprimento das profecias do antigo Testamento, como aquele que exige arrependimento e promete bênçãos e como o autor e doador da vida (vida física, com a cura do aleijado, e vida espiritual para todos os que creem) despertou indignação e oposição das autoridades. O diabo não consegue suportar a exaltação de Jesus Cristo. Assim, ele impeliu o Sinédrio a perseguir os apóstolos.

Para saber mais: Atos 3.11-26

 >> Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário