Plenitude espiritual

quinta-feira
quinta-feira

Pois em Cristo habita corporalmente toda a plenitude da divindade, e, por estarem nele, que é o Cabeça de todo poder e autoridade, vocês recebera m a plenitude. (Colossenses 2.9-10) 

Nas car tas de Paulo, tais como Romanos, Gálatas e Colossenses, há muitas passagens que dizem que Deus cumpriu todas as exigências da lei em Cristo (Rm 10.4). Cristo é o cumprimento da lei, do tempo e de todas as coisas. Cristo é tudo e tem tudo. A pessoa que se agarra a Jesus com fé receberá perdão dos pecados. As leis de Deus serão cumpridas, a morte será derrotada e o Maligno será vencido. Essa pessoa receberá o dom da vida eterna. Pois neste homem, Jesus, tudo é estabelecido. Ele cumpriu todas as coisas. Quem o aceita tem tudo. Como Paulo diz aqui: “Vocês receberam plenitude em Cristo”.

Quando me sinto ansioso sobre o pecado e o inferno, lembro a mim mesmo que, quando tenho Cristo, tenho tudo o que é necessário. A morte, o pecado e o Maligno não podem mais me prejudicar. Se eu creio em Cristo, eu cumpri a lei; o Maligno não pode me acusar. Eu venci o inferno; ele não pode me reter. Tudo que Cristo tem é meu. Por meio dele, obtemos todas as suas posses e a vida eterna. Mesmo que eu seja fraco na fé, ainda assim tenho o mesmo tesouro e o mesmo Cristo que os outros têm. Não há diferença: todos nós somos tornados perfeitos por intermédio da fé nele, não pelo que fazemos.

Imagine, por exemplo, que duas pessoas têm cem reais cada uma. Uma delas carrega o dinheiro em um saco de papel. A outra o guarda em um baú de ferro. Ambas têm o mesmo tesouro, não importa onde elas o guardem. Semelhantemente, todos nós temos o mesmo Cristo. Não importa se uma pessoa tem uma fé mais fraca ou mais forte do que a outa. Ambas creem no mesmo Cristo e têm tudo por meio dele. 

>> Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero. Editora Ultimato.

Print Friendly, PDF & Email

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário