Lugar de louvor

segunda-feira
segunda-feira

Agora havia espaço para os cegos e os aleijados se reunirem. Eles vieram a Jesus, e ele os curou. Os líderes religiosos, vendo os atos chocantes de Jesus e que as crianças corriam e gritavam pelo templo: “Hosana ao Filho de Davi!”, foram repreendê-lo: “Está ouvindo o que essas crianças estão dizendo?”. Jesus respondeu: “Sim, eu as ouço. E vocês nunca leram na Palavra de Deus: ‘Da boca das crianças e bebês vou preparar um lugar de louvor’?”. Aborrecido, Jesus saiu dali e foi para a cidade de Betânia, onde passou a noite. (Mateus 21.14-17)

O barulho dos cambistas, ao que parece, nunca os incomodou, mas o barulho das crianças era intolerável. Como eles conseguiram se acostumar tão rapidamente com os sons estridentes do comércio e ficar tão irritadiços com os gritos das crianças? Como conseguimos?

Que salmo Jesus cita?

“Vem, tu, fonte de toda bênção, ajusta meu coração para cantar tua graça; rios de misericórdia, que nunca cessam, pedem canções do mais alto louvor. Ensina-me algum soneto melodioso, cantado por línguas de fogo vindas do alto; louvado seja o monte! Estou firme nele, o monte de teu amor imutável!”* Amém.

>> Retirado de Um Ano com Jesus [Eugene H. Peterson]. Editora Ultimato.

Print Friendly

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário