PS_20160509132707Anuacy Fontes passou 16 anos de sua vida em Recife trabalhando como músico, onde teve a oportunidade de gravar com alguns importantes nomes da música popular brasileira, como Dominguinhos, Nando Cordel e Elba Ramalho. Anos depois, voltou para o Maranhão, sua terra natal, e atualmente dedica-se como ministro de música na Igreja Presbiteriana do Calhau. Segundo ele, o ministro de música é “uma função não muito observada na Igreja Presbiteriana em geral em nosso país, mas de total relevância e de apoio importantíssimo ao ministério pastoral”. Além de ser o regente do coro, Anuacy é o responsável pelo repertório e os arranjos das músicas para o tempo de adoração comunitária.
Atualmente desenvolve um projeto bem interessante: a produção do álbum TULIP – o famoso acróstico que designa os cincos pontos do calvinismo. A Novos Acordes conversou com Anuacy sobre o projeto:


Novos Acordes: Como surgiu o projeto TULIP?

Anuacy Fontes: O projeto surgiu a partir da inquietação que eu sentia ao ouvir algumas músicas evangélicas com letras antropocêntricas, com teologias e doutrinas inconsistentes no ponto de vista bíblico, sem criatividade poética e musical. Entendi que, como ministro de música, produtor e arranjador musical, poderia também contribuir para mudar este quadro, apresentando algo que viesse a ser notado e experimentado diante da pluralidade artística em que estamos inseridos.

 

NA: Mas, por que os cinco pontos do calvinismo?

AF: A doutrina reformada é muito clara e consistente biblicamente, e tem como aspecto mais visível os cinco pontos do calvinismo. Como compositor, me saltaram aos olhos as possibilidades poéticas da TULIP e o que este acróstico comunica em verdades bíblicas. E quando me detive aos detalhes históricos, especialmente da vida de João Calvino, sua influencia na arte, na música como conceito de graça geral e específica, me maravilhei com as possibilidades deste projeto.

 

NA: São quantas músicas ao todo?

AF: O projeto consta de oito canções. Além das cinco referentes aos pontos da TULIP – Total depravação (Total Depravity), Incondicional eleição (Unconditional Election), Expiação limitada (Limited Atonement), Irresistível graça (Irresistible Grace ) e Perseverança dos santos (Perseverance of the Saints ) – gravei o Hino 88, do Hinário Novo Cântico, “Amor Perene”, de Guilherme L. dos Santos Ferreira. Tomei conhecimento de uma primeira estrofe inserida nele, composta pelo presbítero Solano Portela, que particularmente ficou perfeita, dando a completude que faltava para os cinco pontos da TULIP. Compus e gravei uma canção de abertura que fala que “antes de tudo é preciso escutar e examinar as escrituras! Se nelas julgais ter a vida eterna, estão seja Deus quem vos convencerá”. E para fechar, uma canção que conta sobre a vida de João Calvino.

 

NA: Como os interessados podem ter acesso a este trabalho?

AF: No momento o projeto está em sua fase final, aguardando os trabalhos de prensagem. Porém, já pode ser adquirido pelo e-mail anuacy@gmail.com ou pelo WhatsApp 098 996177075.

 

NA: Você tem outros projetos em mente?

AF: Sim, em mente muita coisa para realizar musicalmente, outros na prancheta aguardando o tempo certo, e alguns já com repertório definido e arranjos escritos como: “Graça e Misericórdia”, que trata da teologia destes dois conceitos em dez canções, “Encontros com Jesus”, que relatam alguns encontros de Jesus com personagens bíblicos em uma musicalidade bem brasileira. Tem ainda o álbum “Grão” que está em fase de finalização das composições, o projeto “Palavra Cantada”, onde além da TULIP, tem os salmos musicados, cantados literalmente na versão corrigida e atualizada de João Ferreira. O Salmo 119 (que gerou 22 canções), os de Romagem e Penitenciais já estão prontos e podem ser enviados a quem se interessar em aprender os salmos de forma musical. Este projeto, particularmente, tem sido apoiado pela Renovar, na pessoa do empresário Isaque Alves que me desafiou e tem me animado a prosseguir neste caminho. Tenho ainda em andamento, em fase de gravação, o CD “Os cinco ‘solas’”, que deve estar a disposição até o fim do ano. Este ministério, apesar de ser musical, sempre é acompanhado de palestras, estudos e oficinas nas áreas de ministério de música na igreja, cultura e sonorização, este último como experiência profissional em estúdio.

 

Abaixo inserimos a faixa Irresistível Graça, de Anuacy Fontes, integrante do CD “TULIP”.