Fazenda Babilônia – rara beleza

Nesta terça-feira tivemos muito trabalho pela frente. Chegaram as equipes de iluminação e som. Eu, Cláudia e Eline tivemos uma reunião com o secretário municipal da cultura da Prefeitura de Pirenópolis, Sr, Gedson Oliveira. Ele tem nos apoiado, entre outras coisas, na divulgação do show, através da rádio da cidade e fazendo a distribuição dos cartazes em pontos estratégicos.

Hoje à tarde visitamos a Fazenda Babilônia com parte da equipe de filmagem e iluminação, dirigidos pela produtora Toca de Barros Filmes, para a definição final das locações. Fomos muito bem recebidos pelos empregados da fazenda. Realmente é um cenário fantástico e vai enriquecer muito o trabalho. Jader Gudin (diretor geral), Davi Julião (produtor), Day Mari (diretora de arte), Jacaré (diretor de fotografia), C.A. (som e iluminação) e Márcia Pacheco (produtora do making off) analisaram as posições das câmeras, dos equipamentos etc. São muitos detalhes a serem observados.

Ainda à tarde fizemos a prova do figurino do show. Simplesmente fantástico! A Day Mari conseguiu captar muito bem o espírito dessa obra, misturando nas roupas elementos da cultura regional e da proposta musical da banda. Ainda não vimos o cenário: estão mantendo o segredo. Só querem nos mostrar quando tudo estiver preparado. Mas pelas roupas já deu para sentir o que vem por aí.

Gudin (diretor) e Julião (produtor) – pessoal da Toca de Barro Filmes

Hoje à noite teremos mais um tempo de descanso e amanhã começamos cedo com as primeiras gravações na fazenda. Daí para frente o trabalho será intenso.

Enquanto escrevo estão chegando os dois últimos músicos da banda que faltavam: Leo Barbosa (percussão) e Marcus Moraes (violão e guitarra). Hoje à tarde chegaram o Enos Marcelino (sanfona), Ismael Rattis (percussão) e Pedro Barbosa (baixo). Eu (voz, viola, violão e viola de cocho), Cláudia (voz e flauta) e Eline (voz e percussão) já chegamos desde ontem.

Vamos continuar mantendo vocês informados de tudo. É só acompanhar o nosso blog.

Abraços!