Conheça a iniciativa de acolhimento de missionários da Igreja Batista do Bacacheri

 

Pelo Pr. Walter Azevedo

 

Eu, minha esposa (missionária Nair), e nossa filha (Naiara Azevedo) somos naturais do Rio de Janeiro e missionários no Rio Grande do Sul, na cidade de Sapiranga, desde de julho de 2008, plantando uma igreja multiplicadora.

Em nove anos de muito trabalho, foram milhares de quilômetros percorridos, não só em nossa cidade, como também em outras. Centenas de pessoas foram evangelizadas, destas, algumas dezenas foram batizadas e muitos líderes e discípulos formados, inúmeras ações evangelísticas e contatos com os moradores a fim de estabelecer relacionamentos discipuladores. Não foram poucos os momentos que as lágrimas escorreram em nossos rostos e passamos por muitas frustações, mas estamos cada vez mais motivados e convictos do chamado do nosso Senhor Jesus Cristo. Chego a dizer que estamos mais motivados do que quando chegamos há nove anos.

Obviamente, o corpo sente toda esta “pressão” e expectativa do campo. A solidão é uma companhia garantida, mesmo tendo a família próxima, para aqueles que atendem ao chamado missionário. Pela graça de Deus, todos os anos, temos a oportunidade de sermos abençoados pelo CRESCER Missionário, oferecido pela Igreja Batista do Bacacheri. São dias aguardados com muitas expectativas, temos dias de descanso, de refrigério e somos cuidados, ao invés de cuidar. Revemos os amigos missionários, conhecemos novos missionários, somos bem recebidos e acolhidos pelas famílias da igreja, somos alimentados espiritualmente e recarregamos as baterias para retornarmos ao campo missionário.

No primeiro dia, todos nós missionários fomos para um sítio. Fizemos caminhada ecológica, com ótima alimentação, banho de piscina com água aquecida, sauna e momento de descanso. Eu e minha esposa fomos muito bem recebidos e recepcionados pelo casal de hospedeiros: irmãos Jaques e Tatiana. A cada dia tínhamos uma surpresa por conta do casal. Ganhamos uma toalha de banho e rosto personalizadas com os nossos nomes. Ganhamos uma linda cesta de café da manhã. Sempre que saíamos para os eventos na igreja, a irmã Tatiana preparava um lanche para minha esposa. Fomos cercados de muito cuidado e carinho. Nossa gratidão ao Pr. Silvado, Pr. Natal, líderes e membros por esta visão em abençoar os missionários e suas famílias.

Com gratidão,

Pr. Walter Azevedo –

Coord. Plantação de Igrejas Multiplicadoras – JMN/CBB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>