Últimas de cá

Ultimato em oração pelas crianças

BlogUlt_08_06_16_mesa-fotos

Mesa de oração com fotos de crianças e motivos de intercessão

 

Quem entrou no prédio da Editora Ultimato na semana passada não viu apenas livros e revistas. Na parede do corredor que leva à sala de reuniões havia um varal com fotos de crianças e algumas estatísticas sobre a situação da infância no mundo. No lado esquerdo: um cavalete com cartazes informativos convocando os colaboradores da editora para orarem pelas crianças e adolescentes em vulnerabilidade social.

BlogUlt_08_06_16_Orando

Colaboradores da Ultimato em oração

Há 14 anos a Ultimato participa do Mutirão Mundial de Oração pelas Crianças em Vulnerabilidade Social. Esta campanha mudou a gente. Mas não participamos somente orando; também ajudamos a promover a campanha. O cartaz anual é publicado nas páginas centrais da revista .  Ajudamos a divulgar a iniciativa no Portal e em nossos outros canais de comunicação. Por quase 10 anos abrigamos em nossas dependências a Rede Mãos Dadas, responsável pelo Mutirão no Brasil. Atualmente, a rede tem um blog em nosso portal.

Acreditamos que a causa da criança é uma causa de Deus, que tem um caráter de acolher os mais frágeis. É também a causa da igreja, que em tantos lugares e de formas tão diferentes, luta pelas crianças e acolhe as que são mais necessitadas. Nossos olhos – e orações – não devem ser voltados para a criança somente porque ela é necessitada, mas também porque, de alguma forma, elas são modelos para nós (Mc 10.14, 15).

Mural com fotos dos filhos dos colaboradores da Ultimato

Mural com fotos dos filhos dos colaboradores da Ultimato

A realidade ainda é desfavorável para que as crianças exerçam seus plenos direitos. Quando os adultos erram, elas são as primeiras a sofrerem as consequências. Mas há esperança. Um dos benefícios da oração intercessória é sentirmos mais sincera e profundamente a dor das crianças e vermos com mais clareza os planos e sonhos de Deus para elas.

Aqui na Ultimato gostamos de nos lembrar que participamos do Mutirão de Oração desde quanto nossos filhos eram pequenos. Temos um pote com os nomes destes que agora são adolescentes ou adultos. É para não esquecermos que devemos orar pelas crianças assim como oramos por nossos próprios filhos. Com intensidade e esperança.

Na campanha deste ano, espalhamos fotos de crianças (nossos filhos e de outras) pelas paredes da editora, oramos na quinta-feira, dia 02, em setores, e na sexta-feira, dia 03, em 12 trios com gente de setores diferentes. As mesas de oração foram ornamentadas com fotos de nossas crianças e balinhas. As orações foram motivadas por uma pergunta única:

“Que mudanças precisamos pedir ao Pai para que nossas crianças vivam, e vivam de forma plena?”

Tente responder você também.