Um dilema comum entre leitores é: “o livro vende mais porque é bom ou é bom porque vende mais?”

Para Ultimato, o livro não tem data de validade. E, claro, os números não dizem tudo. Mas, também temos números e o ano é 2018.

Para não ficar apenas nos “mais vendidos”, também consideramos os “mais vistos”, categorias separadas estatisticamente, embora possam apresentar resultados semelhantes. Confira a lista dos 15 mais:

 

Até Que Tenhamos Rostos
 C. S. Lewis • 256 páginas

 

 

O Discípulo Radical
John Stott • 120 páginas

 

 

A Arte e a Bíblia
Francis Schaeffer • 80 páginas

 

 

Lendo o Sermão do Monte com John Stott
John Stott • 112 páginas

 

 

Surpreendido pela Alegria
C.S. Lewis • 216 páginas

 

 

Lendo os Salmos
C. S. Lewis • 160 páginas

 

 

 

Criação ou Evolução: Precisamos Escolher?
Denis R. Alexander • 416 páginas

 

 

A Arte Não Precisa de Justificativa
H. R. Rookmaaker • 80 páginas

 

 

Pensamentos Transformados, Emoções Redimidas
Ricardo Barbosa de Sousa • 104 páginas

 

 

Cuide das Raízes, Espere Pelos Frutos
Elben César • 384 páginas

 

 

Refeições Diárias – Celebrando a Reconciliação
Vários Autores • 384 páginas

 

 

A Penúltima Curiosidade
Roger Wagner e Andrew Briggs • 448 páginas

 

 

O Que é Igreja Missional
Timóteo Carriker • 128 páginas

 

 

Fé Cristã e Ação Política
Pedro Dulci • 208 páginas

 

 

O Discipulado na Igreja Local
Randy Pope • 208 páginas

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>