Que a nossa alma bendiga ao Senhor!

Num cenário de contínua aridez e muitos desafios, na última celebração em equipe pelos 50 anos de Ultimato, fomos animados com a lembrança da bondade e providência de Deus. É ele – o Senhor glorioso e majestoso – que “faz crescer a relva para o gado e a erva para corresponder ao trabalho do homem, para fazer sair alimento do seio da terra, [que dá] o vinho que alegra o coração, o azeite que faz reluzir o rosto e o pão que fortalece o coração” (Sl 104.14,15, TB).

Da matéria bruta – uvas, azeitonas e trigo – aos elementos processados – vinho, azeite e pão – que alimentam, mas também alegram e fortalecem o coração, a bênção da semeadura à colheita e do tempo de desfrutar, tudo vem de Deus.

O esforço para reconhecer e valorizar os frutos colhidos pelos setores da Ultimato foi incentivado durante todo o ano e os elementos reunidos na “Festa da Colheita” fizeram apenas nos lembrar e ser agradecidos, mais uma vez, pelo sustento de Deus durante mais um ano de trabalho.

Das pequenas às grandes coisas, tudo é fruto para nós:

– devocional semanal com a equipe e oração diária com d. Djanira, fundadora da Ultimato

– grupo de intercessores pelo ministério Ultimato com 108 pessoas

– 4.626.291 de caracteres de livros revisados

– 26 toneladas de produtos enviados, sem contar as expedições das revistas

– 28 mil livros vendidos

– 23 mil revistas enviadas gratuitamente a missionários, encarcerados, casas de recuperação, lideranças no Norte e Nordeste e endereços católicos

frases e versículos ilustrados divulgados nas redes sociais

– negociações bem-sucedidas para redução de gastos

– mais de 300 horas de treinamento do pessoal da equipe

– recebimento do Prêmio Areté como a melhor revista cristã do ano

– cafés e almoços especiais, culto, atividades internas, Dia “U”, participação em eventos para comemorar os 50 anos

– celebração do aniversário especial de parceiros

– várias melhorias técnicas no sistema de banco de dados e de gerenciamento

– permanência nos valores, missão e visão Ultimato

– textos e imagens gentilmente oferecidos para a revista e portal

– crescimento da audiência do Portal Ultimato – alcançando hoje 15 mil visualizações diárias

– continuidade da campanha do “Cafezinho

– uma equipe de 28 funcionários e 3 estagiários que tornou possível a semeadura, colheita e celebração por tantos frutos

Os desafios continuam – a terra árida, as poucas chuvas e a colheita custosa no mercado editorial brasileiro são tema de notícia todos os dias ultimamente. Mas, à semelhança do salmista que, como resposta alegre ao farto benefício divino, convoca todo o seu ser a louvar ao Senhor provedor, nós seguimos em frente, gratos, contando com a bênção de Deus e à espera da próxima colheita!

  1. Antonia Leonora van der Meer

    Querida família Ultimato,

    Continuo a alegrar-me com o ministério fiel, sério e criativo da Ultimato, que em meio a muita aridez continuou derramando água viva em vários lugares e de várias maneiras. Que Deus continue lhes sustentando, abençoando e dando a alegria de saber que estão no caminho que Ele traçou para a Ultimato, Tonica

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *