Turma Reve

Muitas pessoas que tiveram a oportunidade de fazer o preparo missiológico no Centro Evangélico de Missões (CEM) tiveram também a companhia e as frequentes visitas do pastor Elben César. A primeira semana de aula era sempre com ele, e o tema, sua marca pessoal: Práticas Devocionais.

Os alunos que iniciaram o programa de Missão Integral do CEM em 2016 foram os últimos a assistirem as aulas do pastor Elben. Falecido em 6 de outubro de 2016, os alunos o homenagearam dando à turma o nome de “Turma Reve”, como o pastor era carinhosamente chamado por muitos. Além das aulas, Reve sempre buscava cultivar amizade com os jovens missionários em suas visitas ao CEM, ou convidando-os para tomar um café e conhecerem seu escritório em sua residência.

O culto de formatura, que aconteceu no último sábado, 09/12, na Igreja Presbiteriana de Viçosa, reuniu dezenas de amigos e familiares, alguns vindos de longe, para celebrar a conquista da turma. Ao todo, dezesseis pessoas formaram, entre alunos do programa de Missão Integral, Estudos Bíblicos Missiológicos, Formação Missiológica e Pós-Graduação em Missiologia.

A palavra de reflexão foi proferida por Bebeto Araújo, diretor da Missão Aliança. Baseado no texto bíblico de Marcos 1, ele enfatizou que toda a vida de Jesus foi voltada para o serviço e para a missão: “missão não era um projeto, era um estilo de vida, expressa numa espiritualidade cotidiana”. Bebeto, que também já foi aluno do CEM, entre 1995 e 1996, lembrou aos formandos que a missão começa na terra e só termina no céu: “Estamos em um caminho sem volta. Só termina quando o reino vier em sua plenitude.”

O paraninfo da turma, Philip Greenwood, disse que os formandos ousaram em colocar na turma o nome de alguém que tinha a simplicidade e a humildade como suas marcas. “Sejam aprendizes antes de querer ensinar. Sejam menos exigentes com vocês mesmos. Vocês vão errar. Ainda há muito para aprender. Mas não importa tanto o erro; peçam desculpa, com humildade, e busquem a reconciliação. Vocês são chamados para serem servos de outros. Sigam a Jesus, confiem nele, e ele tomará conta de vocês.”, frisou.

Além da homenagem ao pastor Elben, os formandos também fizeram questão de homenagear a agradecer a todos os colaboradores do CEM, que ensinaram e cuidaram dos alunos durante o curso. A oradora da turma, Bárbara Chaves, discursou sobre as difíceis adaptações dos alunos e resumiu os dois anos de treinamento em uma palavra: resiliência.

“Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos” (Zacarias 4:6). Foi mencionando esse versículo e enfatizando a importância das práticas devocionais que o formando Uziel Amorim teceu seu discurso em homenagem e lembrança ao saudoso Reve. As filhas Klênia, Lênia e Délnia, presentes na ocasião, receberam uma lembrança em nome de dona Djanira Momesso, esposa do pastor Elben.

Nota
Elben César participou da fundação do Centro Evangélico de Missões, em 1983, juntamente com irmãos da Igreja Presbiteriana de Viçosa . Em 1994, o pastor conheceu a cruz vazada, desenhada pelo artista Jay J. Dugan, na Universidade Gwynedd-Mercy, EUA, e desejou trazê-la para o CEM. A construção foi autorizada pela universidade e, em agosto de 1996, uma réplica foi inaugurada no gramado do CEM.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *