selo_acoes_ministeriais

Por Ariane Gomes

Carlos_Bonfa_Ultimato_SaloesBeleza_1Alguns assinantes da revista Ultimato, não satisfeitos em manter o conteúdo dela apenas para si, têm se desdobrado para compartilhá-lo nos quatro cantos da cidade onde vivem. Por causa desse esforço, a revista tem passado de mão em mão entre vizinhos, amigos e familiares e ido parar em mercados, escolas, farmácias e até salões de beleza.

Carlos Bonfá, morador de Belo Horizonte, MG, contou-nos em mensagem recente que além de entregar a revista a vizinhos e amigos, ele firmou um novo propósito, já em curso: entregar Ultimato às pessoas que frequentam os salões de beleza na capital mineira.

“Mais de seis mil salões em Belo Horizonte são visitados diariamente por um sem número de pessoas. Enquanto tratam a pele e os cabelos, elas leem (nem sempre uma boa literatura). Queremos levar Ultimato, que é um excelente instrumento na proclamação do Evangelho, para esse público. Comprei um carro no mês passado, que trouxe mais mobilidade e agilidade ao trabalho e, consequentemente, está melhorando a distribuição da revista”, conta Bonfá.

Toninho e Léa, moradores de Rio Pomba, MG, não ficam atrás. A distribuição da revista feita por eles já tem surtido efeitos: um lojista voltou a ler a Bíblia para recordar a história de Deus e seu povo; um aluno usou um artigo da revista em trabalho escolar; um padre lembrou com saudade que quando era membro da Cúria de Leopoldina, MG, recebia gratuitamente a revista; uma dona de farmácia que, enquanto aguarda a chegada dos clientes, passa bem melhor o seu tempo lendo Ultimato. Segundo Léa, “a dona da farmácia lê com entusiasmo e disse que já fazia tempo que não lia conteúdo tão bom” e “alguns consultórios médicos e salões de beleza da cidade também querem receber a revista!”.

Além da espontânea e simpática iniciativa desses assinantes ao distribuir a Ultimato, bimestralmente, cerca de 4.500 exemplares da revista são graciosamente enviados a centros espíritas, emissoras de rádio, clínicas, hospitais, casas de recuperação, agências de assistência a idosos, mulheres, crianças, a presidiários, estabelecimentos de ensino, bibliotecas, associações comerciais, paróquias católicas, missionários e outros ministérios. Essa ação é possível, entre outras coisas, graças ao apoio de assinantes que, além da própria assinatura, patrocinam outras.

Se como Carlos, Toninho e Léa você também quer que o conteúdo de Ultimato seja amplamente divulgado, há duas maneiras de participar:

  1. Patrocine assinaturas para serem enviadas a diferentes ministérios. Saiba como patrocinar aqui.
  1. Envie uma mensagem para atendimento@ultimato.com.br solicitando exemplares antigos da revista para serem distribuídos em sua cidade. Nós doaremos um pacote com 10 exemplares da revista como cortesia e você fica responsável pelo frete.

 

Ariane Gomes é responsável pelos projetos ligados às ações ministeriais da Ultimato.

 

 

  1. Sempre que distribuímos os números antigos da Revista Ultimato, as pessoas recebem com prazer e Toninho sempre diz essa frase: “Se gostar, faça a assinatura!” Os padres, os lojistas, os pastores, irmãos das igrejas evangélicas e toda comunidade Rio Pombense agora conhecem a Ultimato e estão sempre dando uma palavra positiva a respeito do conteúdo. Isso é tão gratificante! Um abraço e obrigada pelo envio do último pacote que já começou a circular por aqui. Léa e Toninho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>