Não se sabe quem escreveu o Salmo 119, o maior capítulo da Bíblia. As muitas orações que ali aparecem revelam que o orante estaria passando por algum desconforto emocional. Ele se sente esmagado, clama por socorro e renova sua esperança de obter melhoras, graças às muitas promessas graciosas de Deus.

 

Ó Senhor, estou muito ruim

Estou derrotado e caído no chão; de acordo com a tua promessa, dá-me novas forças (v. 25)

É tanta a minha tristeza, que estou me acabando (v. 28)

Ó Senhor, meus sofrimentos são terríveis (v. 107)

Os meus olhos estão cansados de tanto olhar, esperando o que prometeste e eu pergunto: “Quando vais me consolar” (v. 82)

 

Ó Senhor, tem piedade de mim!

De todo o coração, eu te peço: tem misericórdia de mim, como prometeste (v. 58)

Olha de novo para mim e tem compaixão, como sempre fazes com os que te amam (v. 132)

Antes de nascer o sol, eu clamo pedindo ajuda, pois a minha esperança está na tua promessa (v. 147)

Que o meu grito de socorro chegue a ti, ó Senhor Deus! Dá-me sabedoria como prometeste (v. 169)

Como desejo que me ajudes, ó Senhor Deus! Na tua lei encontro a felicidade (v. 174)

 

Ó Senhor, tenho esperança!

Não me deixes ficar pensando em coisas sem valor; sê bondoso comigo, como prometeste (v. 37)

Que eu obedeça completamente aos teus mandamentos e não sofra a vergonha do fracasso! (v. 80)

Dá-me apoio, e estarei em segurança; e sempre darei atenção às tuas ordens (v. 117)

Conserva-me firme, como prometeste; não deixes que eu seja dominado pelo mal [ou pela depressão, ansiedade, compulsão e pecaminosidade latente]! (v. 133).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *