[Por Oseas Heckert]

BlogUlt_10_03_14_Homem_orandoQuarenta dias até a Paixão…
A violeta floração
convida à reflexão,
envida, sobretudo, ao estudo:
comparação com o padrão
de Jesus, do Evangelho:
o amor a Deus, acima de tudo;
o amor ao semelhante,
não menos importante.

Diante do espelho,
a imagem do Criador
apresenta distorção:
arrogância, ganância,
luxúria, fúria,
ódio, ócio,
gulodice, chulice,
cobiça, injustiça…

Cada disfunção,
toda anomalia,
carece de conversão,
que traga como produto
o fruto de arrependimento,
o policarpo do Espírito:
paz, alegria,
amor, caridade,
bondade, fidelidade,
consciência, paciência,
altruísmo, autocontrole.

Quarenta dias até a Paixão:
ocasião de oração,
avaliação e renovação,
de abstinência voluntária,
autodidática, autolimpante,
de reequilíbrio orgânico,
restauração espiritual
e transformação social.

Atitude solidária:
cada um fazendo um pouco,
o mundo ficará menos louco.


Oseas Heckert
é consultor de empresas e “aprendiz de poeta, ainda que tarde”. Escreve para http://poetrainee.blogspot.com.br/ e http://oheckert.wordpress.com/

 

Leia também
Antologia de Poetas Evangélicos

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *