Em 1944 C.S. Lewis dá a primeira de uma série de sete ‘palestras de rádio’ intitulada “Beyond Personality” [Além da Personalidade], na BBC de Londres. Essas palestras formariam mais tarde o livro Cristianismo Puro e Simples. O blog da Ultimato abre o mês de dezembro com a degustação de Um Ano com C. S. Lewis.

A sabedoria de Deus

É claro que Deus sabia o que aconteceria se elas, as criaturas dotadas de livre-arbítrio, usassem a sua liberdade da forma errada: aparentemente ele achou que valeria a pena correr o risco. Talvez nos sintamos inclinados a discordar dele. Porém, há um problema quando discordamos de Deus. Ele é a fonte da qual extraímos todo o nosso poder de raciocínio: você não poderia estar certo e ele, errado, da mesma forma que um córrego não pode elevar-se acima do nível da sua nascente. Quando você está discutindo com Deus, está tentando argumentar com o próprio poder que o capacita a argumentar: é como se você cortasse fora o galho em que se encontra assentado. Se Deus pensa que esse estado de guerra no universo é um preço que vale a pena pagar pelo livre-arbítrio — isto é, por ter feito um mundo vivo em que as criaturas são capazes de fazer o bem ou praticar o mal de verdade, um mundo em que algo de real importância pode acontecer, não sendo apenas um mundo de brinquedo que só reagisse quando ele apertasse os botões — então, temos de supor que vale a pena pagar o preço.

— de Mere Christianity [Cristianismo Puro e Simples]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *