“Antes, vocês estavam longe de Deus e eram inimigos dele por causa das coisas más que vocês faziam e pensavam. Mas agora, por meio da morte do seu filho na cruz, Deus fez com que vocês ficassem seus amigos a fim de trazê-los à sua presença para serem somente dele, não tendo mancha nem culpa. Mas é preciso que vocês continuem fiéis, firmados sobre um alicerce seguro, sem se afastar da esperança que receberam quando ouviram a boa noticia do evangelho. Foi desse evangelho que eu, Paulo, me tornei servo, e é esse evangelho que tem sido anunciado no mundo inteiro.”
Colossenses 1:21-23

No texto acima, além de constatar que sem Jesus provavelmente não teríamos solução, Paulo também enfatiza que é preciso permanecer acreditando e tendo esperança em um evangelho de alicerce seguro, de modo que quando houver um grande abalo, nossas esperanças e a certeza do propósito pessoal de Deus estejam governando a nossa fé.

Sob nossas próprias condições é bem provável que o fracasso seja certo, mas graças à cruz, hoje podemos nos reconectar a vida com Cristo e permanecer imitando-o de forma integral. O evangelho de forma livre é simplesmente conter uma essência do amor, tal como aquele que Cristo expressou em forma de sacrifício no próprio calvário. Nunca houve um amor como aquele, e exatamente por isso, devemos repercuti-lo.

O que Deus espera de nós para que nos tornemos seus filhos é apenas crer (pensando), obedecer e reconhecer que sem ele não seremos nada. Longe de Deus, somos um ponto imóvel e invisível na sociedade. A diferença que você faz é a diferença que Cristo faz para a mudança do mundo. O mesmo evangelho comprometido que Paulo descreve e orgulhosamente diz pertencer no texto bíblico acima, é aquele que devemos procurar viver. Aceitar a Cruz, reconhecê-la, e tornar sua realidade de morte como pecador um exercício diário.

A distância da palavra, da oração, do convívio com os irmãos é o espaço exato para o distanciamento de Cristo. Não adianta vivermos um evangelho no qual o código da cruz é apenas um símbolo para representar a crença cristã, a mensagem cruz deve ser cotidiana. Viver com Cristo é muitas vezes viver de forma diferente daquilo que você sonhou para si, é ultrapassar os limites da felicidade material, profissional ou social, e alcançar uma nova proposta de vida que satisfaz a certeza de possuir a melhor biografia que você poderia ter tido. Cristo te possibilita errar, se arrepender e ser amado. Cristo te possibilita recomeçar.

__________

Murillo Leal é jornalista e publicou esse texto originalmente no blog Crer Pensando.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *