O holandês Antonius completaria 50 anos de Brasil no dia 20 deste mês. Era conhecido como Ton e tido como um dos maiores vitralistas do país. Aos 18 anos, às vésperas da Segunda Guerra, mudou-se com a família para a Bolívia, onde casou-se com Catharina, também holandesa.

Incentivado por um padre holandês, Ton começou a se dedicar aos vitrais (seu avô e seu pai foram vitralistas na Europa). Em quase meio século de atividade, ele espalhou sua arte por igrejas, colégios, pavilhões e hotéis em todo o país.

A empresa Vitrais Ton Geuer, com sede em Campinas, é tocada por uma das filhas. Uma de suas peças encontra-se na área externa da Editora Ultimato: é um bonito e colorido vitral da Cruz Vazada.

Enviado por Klênia Fassoni, a partir de nota de Estêvão Bertoni, Folha de São Paulo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *