“A Espiritualidade nos serve para promover a vida plena e para incitar a loucura do Evangelho, não permitindo que a fé sucumba ante a sabedoria do mundo.” Harold Segura, em aula no Centro Evangélico de Missões (CEM)

Neste fim de semana tivemos o privilégio de ter aqui na Ultimato mais um de nossos autores, vindo de longe. Harold Segura, colombiano, reside há 10 anos em San Jose, Costa Rica, onde é autor de cinco livros (dois deles em português: o lançamento da Editora Ultimato Para Que Serve a Espiritualidade e “Além da Utopia”, pela Encontro Publicações).

No sábado, Harold deu aulas no CEM sobre o tema “Espiritualidade e teologia da criança”. O público que reuniu em horários diferentes cerca de 50 pessoas, em sua maioria estudantes, ouviu o questionamento principal do convidado: para que serve a espiritualidade? “Se a prática da espiritualidade não gera mudança, algo está errado com ela; é apenas religiosidade”, disse ele. Continuando, Segura fez uma síntese da diferença entre as duas. “A religiosidade é a tentativa do espírito humano dominar o Espírito de Deus. Espiritualidade é a ação do Espírito de Deus dominando o espírito humano”. Ele ressaltou ainda que, tanto a lei quanto a religião, devem estar a serviço da vida. “A espiritualidade nos serve para promover a vida e para lutar para que ela seja plena. Todos os evangelhos são uma canção à vida”. Harold Segura também afirmou que a teologia precisa desenvolver novos temas na América Latina, como espiritualidade infantil e espiritualidade litúrgica.

No domingo cedo, o teólogo colombiano falou para cerca de 250 pessoas na Igreja Presbiteriana de Viçosa sobre os propósitos de Deus para as crianças. Ele lembrou que a criança é uma metáfora do reino de Deus, que podemos aprender muito com ela e que a igreja cristã da América Latina tem dois compromissos para com a criança: o que falar (teologia) e como falar (pedagogia) de Deus. (baixe o texto referência aqui). Harold é também autor de dois capítulos do livro Uma Criança Os Guiará, lançado em junho pela Editora Ultimato.

O grupo de percussão da Rebusca após a aula cantou parabéns para a revista Mãos Dadas que está completando 10 anos e para Harold, que nesta data completava 53 anos.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>