Nossas tradições religiosas e as Escrituras nos ensinam que sempre que o amor está presente, Deus está presente. De igual modo, também é verdade que um dos maiores dons de Deus para nós é a capacidade humana de amar um ao outro. Portanto, a capacidade de duas pessoas manterem um relacionamento e uma família é uma expressão desse dom. Se Deus é santo e bom, logo temos que afirmar o direito que casais do mesmo sexo tem para usufruirem de relacionamentos de amor tais quais os relacionamentos heterossexuais. Certo?!

Concorde você, ou não, foi com esse mote e “argumento lógico cristão” que mais de 500 pessoas, incluíndo aí mais de 200 pastores evangélicos, se reuniram na Asbury United Methodist Church, aqui em Washington-DC, num culto denominado “Soulful Voices for Marriage Equality: A Faith Celebration”, algo como "Vozes da Graça para a Igualdade Matrimonial: uma Celebração de Fé".

Essa “celebração de fé” foi organizada pelo DC Clergy United for Marriage Equality (Conselho de Pastores Unidos do Distrito de Colúmbia para a Igualdade Matrimonial, numa tradução literal). Segundo os organizadores, o evento teve como objetivo “declarar que a fé evangélica nos convida a afirmar a igualdade do casamento e do amor entre casais do mesmo sexo". Formado no início do mês de outubro, o conselho já possui mais de duzentos clérigos representando as igrejas, sinagogas, mesquitas e seminários em todo o Distrito de Colúmbia, onde se situa a capital dos Estados Unidos.

O conselho apresentou nesse culto o que eles intitularam de “Declaração Evangélica de Apoio ao Casamento Homossexual”. A declaração afirma que “o Estado não deve impor a qualquer grupo religioso a obrigação de oficiar ou abençoar uniões do mesmo sexo. No entanto, o Estado também não deve favorecer as convicções de um grupo religioso em detrimento de outro, negando as pessoas o seu direito civil fundamental de casarem com quem amam”. Trocando em miúdos, os pastores evangélicos do Distrito de Colúmbia afirmaram que “Deus é amor, e o amor é para todos. Neste espírito, nós levantamos nossas vozes na luta pelo direito e liberdade do casamento homossexual”.

Meus caros Ulti-Nautas, passo a bola para vocês. Aí no Brasil o assunto ainda está na esfera legislativa. Aqui, já foi superada essa etapa e agora retumba entre cruzes, patuás, kippahs e véus. Como a igreja brasileira reagirá quando este tema extremamente sensível chegar aos umbrais de suas portas?

  1. Misericórdia, digo mais uma vez misericórdia!! Minha opinião sobre este assunto é como a da maioria dos cristãos que conheço e respeito. Acredito também que minha opinião é a opinião que adquiri através da minha estrutura bíblica e cristã. Então, o homossexualismo é condenado por Deus e a palavra diz que quem é adepto a esta prática estão buscando uma forma de satisfazer seus desejos que não condizem com o que Deus preparou desde a criação. Portanto, não tenho tipo algum de preconceito quanto a quem pratica, porém não concordo com o comportamento dos mesmos. Acredito que só Deus poderá trabalhar no coração humano para que o homem se volte aos valores apresentado por Ele. Porém, para que isto aconteça o homem precisa se voltar para o Nosso Amado. Eis um motivo de oração!

  2. Bom, relativou-se o casamento e as consequências estão sendo, e ainda serão, nefastas para a humanidade. Já se abençoa pecado a um bom tempo no meio evangêlico, mais uma pecado a ser anbençoado só vai engrossar a massa das heresias bíblicas praticadas no matrimonio. Paulo, e os profetas estavam errados é agenda gay que está certa….
    Deus tenha misercórdia de nosso povo….

  3. “Se me amais, guardai os meu mandamentos.” (Jo 14:15) “O meu mandamento é esse: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei.”(Jo 15:12)
    “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.” (Ro 1: 25-27)
    “Portanto, és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo.” (Ro 2.1)

    Tento amar a todos, o que não significa que posso me casar com todos. Deus condena claramente o homossexualismo, o que não me dá o direito de julgá-lo ou não amá-lo.

  4. Pois bem, veja a agenda pró-aborto e homossexual de Obama e de Lula. Que saudade de Bush. E agora Paul Freston, o que tem a dizer? Obama revogou o decreto que proibia o governo americano de repassar verbas às ongs criminosas do aborto. Obama diz que é o “campeão” da causa gay. E agora Freston? O Lula apoiando a causa homossexual e do aborto. E agora Paul Freston? Esta é a agenda dos evangélicos de esquerda? É Freston? É ULTIMATO?

  5. Quanta tristeza! Quanta cegueira! Sempre que começo a discutir esse assunto com amigos e colegas vejo como eles estão, na maioria, propícios a defender tais práticas então medito e questiono: tem gente que gosta de fazer sexo com animal, o que, até então, é repugnante. Será que algum dia poderá não ser? Nos moldes dos pensamentos permissivos que temos , com certeza sim!Tem gente que pratica incesto. O pai joga o filho da janela, depois suicida e deixa um bilhetinho dizendo que fez tudo por amor e, ainda, pelo maior amor com que poderia amar. È como se diz, se quizermos achar, pra tudo acharemos uma justificativa, mas nem todos as atitudes cabem no amor de Deus. O ser humano é muito criativo, inclusive sexualmente. Tenho medo de continuarmos apoiando e incentivando os mais bizarros e podres sentimentos da decaída raça humana. Não tenho preconceito, mas sou contra a prática homossexual. O ser humano e nossos sentimentos também precisam de limites.

  6. A despeito do título do artigo, os princípios da igualdade e da liberdade de Kant são fundantes da Constituição Americana. Para aquele povo, a liberdade religiosa era elemento essencial na fundação da nação. A razão é óbvia: os puritanos fugiam da perseguição daqueles que queriam lhes impor suas próprias convicções na Europa. O princípio, antes invocado, não serve agora quando se apresenta “desfavorável” ao segmento majoritário de cristãos? Lamentavelmente, como a maioria das discussões em torno deste tema é por demais apaixonada, há pouca reflexão sobre o que está realmente em jogo. Estamos falando do futuro da igreja ou de justiça? Isso sim preocupava Kant e deveria merecer lugar nas nossas considerações como cristãos.

  7. A paz de Cristo Áquila. Aqui no Brasil já estão apregoando aos quatro ventos a prática do homossexualismo como algo digno de aceitação no ceio da igreja e pelo próprio Deus.

    Olhemos o que Jesus disse: “…os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento।” (Mc 2: 17). Ora, quanto ao fato de Deus amar o pecador e ter uma obra redentora preparada para as suas vidas, isso é óbvio. Deus quer na igreja não apenas o homossexual, mas a prostituta, o assassino, o adúltero, o macumbeiro, o pedófilo etc. E não somente os quer na igreja como os ama profundamente com um amor incomensurável. Agora, Deus espera que o pecador abandone a prática do pecado. Volto a dizer: DEUS AMA O PECADOR, MAS ABOMINA O PECADO. Eu dizer que Deus não faz acepção de pessoas é uma verdade e por isso Ele quer todos na igreja, ok. Daí eu concordar com a prática do homossexualismo ou com qualquer outra prática que fira os princípios de Deus é outra história totalmente diferente.

    Quero apresentar alguns textos para que isso seja entendido com maior clareza:

    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro। (Rm 1:27)

    Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. (1 Jo 3:8)

    Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (1 Co 6:10)

    Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; (Cl 3:5)

    Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. (Rm 6:11)

    Sou a favor do homossexual e de qualquer outro tipo de pessoa nas igrejas, e os amo em Cristo, mas como cristão e fiel defensor da fiel regra de fé e prática que é a palavra de Deus, não posso de forma alguma concordar com tais práticas. E creio que Deus é poderoso para libertar o pior dos pecadores de qualquer coisa e restaurar a sua natureza, assim como fez com a minha vida.

    Termino mais uma vez dizendo e encerro: DEUS AMA O PECADOR, MAS ABOMINA O PECADO.

  8. Que triste. Como cristãos precisamos nos aproximar muito de Deus para enfrentarmos este pecado infultrado em nossos lares e igrejas.
    Que a Palavra de Deus tão clara e condenatória sobre este assunto nos ilumine.

  9. Sinceramente, essa realidade ja esta sendo vivida em alguns contextos. do nosso imenso Brasil. Ex:No Rio temos as seguintes igrejas gays- Cristã Contemporânea, Acalanto, Betel, Bethesda. No Nordeste algumas igrejas batistas ja estão acolhendo homossexuais, e aqui apenas falo a nivel de informação, não estou emitindo nenhum juizo ou critica de valor. A igreja anglicana no nordeste e em algumas outras areas tambem tem uma tematica interessantes voltada para questões que abrodam esse tema. Acho que e inevitavel o processo, e não adianta chiar, creio que devemos estudar a Bíblia com seriedade a respeito dessa questão e não ficar repetindo bordões evangelicos de protesto, creio que a atitude de acolkhimento de Jesus deve ser lembrada em situações como essa tambem.

  10. O meio evangélico é uma autêntica “colcha de retalhos”. Existem pessoas sérias, mas estas estão cada vez mais raras. Hoje está tudo relativizado dentro da igreja, mesmo que defendamos nosso corpo de doutrinas, na prática estamos muito aquém. Por causa disso, os homossexuais estão cada vez unidos e se organizando não só nos Estados Unidos, como também no Brasil. Eles estão estabelecendo convicções fortes quanto ao que pensam, enquanto que no meio evangélico não se dá importância ao desenvolvimento de um pensar cristão. As comuinidades e igrejas evangélicas visam tão somente alcançar metas para crescimento na base do custe o que custar, a evangelização tem sido substituída pelo proselitismo denominacional, na base de nossa igreja é melhor do que a sua. Inventa-se de tudo para esse crescimento, e a Palavra é deixada de lado. Isso nos Estados Unidos chegará aqui com força pois o terreno aqui está fértil para toda e famigerada heresia. Inclusive para o casamento gay.

  11. Não estarei aqui defendendo um ou outro, mas gostaria apenas de levantar pensamentos.
    A Bíblia no VT condena a homossexualidade claramente com pensa de morte, assim como declara imundo oas leprosos e aos que possuissem fluxo de sangue. Pois bem, o que o coração enganoso do homem fez com isso, criou preconteito e excluiu da sociedade, marginalizando as pessoas que possuiam tais “defeitos” e colocou em um podium aqueles que não o possuiam. Quando Jesus esteve aqui, ensinando o Reino de Deus, ficou claro que veio chamar as coisas loucas e vis [desprezadas, marginalizadas] aos doentes, aos que não haviam sido convidados para a festa, e declarando limpo a vários leprosos e pessoas que sofriam de fluxo de sangue – fez um processo de inclusão – aceitando a TODOS. Paulo em sua carta aos cristãos de Corinto, coloca uma nova lista de pessoas que ficaram fora do Reino, incluindo nela efeminados e sodomitas, além de outros pecados. Mas o que nos esquecemos, é o que a graça de Deus fez em Jesus – incluindo pessoas no Reino – assim como Paulo declara que alguns na igreja foram comenteram os pecados listados e foram santificados e justificados em Cristo. Quero condenar aqui a mentira cristã de que “amamos o homossexual, mas não concordamos com sua prática”…mas é nitido em nosso meio o preconceito e discriminação, ao invés de levarmos a Cristo e sua graça, levamos fogo e enxofre para quem não SE transformar. Todos nós dependemos da graça de Deus, não há pecados que diante de Deus seja maior, a não ser a blasfêmia contra o Espírito Santo. Porque condenamos tanto os pecados sexuais, enquanto muitas pessoas comentem outros milhões de pecados e fazemos vistas grossas: como por exemplo tornarmo-nos filhos do Pai da mentira…quando mentimos, enganamos, para sair por cima. Não sou a favor do homossexualismo, mas sou a favor da inclusão, de que essas pessoas encontrem na igreja “não instituição” e sim a reunião dos que crêem em Jesus, apoio para serem transformados pela graça…mesmo que isso demore anos [como o tempo para Abraão conseguir engravidar a Sara, o tempo para Davi se arrepender do pecado com Bateseba, ou mesmo os 40 anos do deserto] ou como uma transformação quase que instantânea como de Paulo, o importante é sermos como cristo, que não se importou de estar com os pecadores para ganhá-los. Que igreja esteja aberta para incluir quem quiser a Graça [homossexual ou não] pois só assim as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Deus abençoe a todos.

  12. Nunca foi e nunca será fácil discutir sobre essas questões.Qualquer cristão sensato sabe que, Onde a interece politico,interece pessoal e frouxidão moral a sempre uma barreira dificil de quebrar.Pra mim,se a igreja soube-se lhe dar com esse probrema antes saberia lhe dar bem melhor hoje.

  13. FICO COM A PALAVRA DO SENHO,,E QUE NÃO TENHAMOS MEDO DE FALA-LA, ENFRENTANDO O ÓDIO A IRA DOS QUE TENTAM DETURPA-LA.
    SEJAMOS HOMENS CORAJOSOS E LEVEMOS A PALAVRA A TEMPO E FORA DE TEMPO.

  14. Como disse anteriromente em nosso meio existem pessoas sérias. E são elas que mesmo sendo minoria fazem muita diferença. Sei que Deus está no controle de tudo, pois Ele é soberano e tem sempre levantado no meio de Seu povo o remanescente fiel. As heresias contaminam a mente humana com muita facilidade, mais é sabido que com a mente de Cristo o cristão sincero tem toda a capacidade e esquivar dela, inclusive em relação ao casamento gay. A igreja de Cristo invisível essa vai trinfar sempre, indepedente do que possa estar acontecendo com a igreja visível. Peço desculpas pela falta de moderação no comentário anterior, e sigamos a paz de Cristo com todos.

  15. Cara Liana, entendi perfeitamente o que vc, com seu zelo buscou me alertar.

    Meu engajamento político quanto a possibilidade de sermos forçados a aceitarmos passivamente a prática do homossexualismo, é a de homem resignado ao cumprimento da vontade de Deus.

    Neste tempo/momento, creio na supremacia do Senhor em permitir tais discussões. Ora é neste meio que os verdadeiros seguidores de Jesus, serão provados em suas convicções.

    Não é criando leis contrárias que iremos imunizar a igreja, como também impedir que o Evangelho seja anunciado. Temos que anunciar no tempo e fora dele.

    Senão Jesus nunca teria dito: “… bem-aventurados são quando, por causa do meu nome, vos perseguir e vos injuriarem, e mentindo disserem todo o mal contra vós. Regozijai-vos e exaltai, porque é grande o vosso galardão nos céus; pois assim perseguiram os profetas que viveram antes de vós…” (Mt.5.11,12).

    Nero, um homossexual, no auge das suas loucuras matava os seguidores de Jesus, a história se cumpriu, o Evangelho resistiu, e os verdadeiros discípulos não se curvaram, pereceram engajados e entrincheirados nas promessas, e nas graças do Senhor.

    Perdoe-me se causei suscetibilidade, temos que estar vigilantes, quanto aos defensores do Evangelho. Que usando persuasivamente suas faculdades espirituais, tentam nos engajar à pretexto de salvaguardar nossa liberdade no Senhor, em seus projetos pessoais. Você conhece muita gente com essas características. Estar atento é uma das atribuições dos seguidores contemporâneos de Jesus.

    Cara Liana, conheci homens que foram importantíssimos nas minhas experiências com o Evangelho, porém esses mesmos homens hoje, não exercem mais as mesmas influências em minha vida.

    O Evangelho da Graça nos remete ao entendimento que nossas funções como membros do corpo de Cristo, são crescer única e exclusivamente nas suas ricas e perfeitas misericórdias.

    Não podemos tirar o foco desses princípios, são eles que nos eternizam e nos mantém firmes em nossa jornada. Precisamos desfrutar do prazer de viver esta eternidade com Cristo, ainda neste tempo, no meio das tribulações, das incompreensões, da falta de amor. Nada pode nos impedir de viver estas verdades, sentindo prazer e satisfação de estar em Cristo.

    Tenha uma boa tarde, continue nesta sua busca à perfeição. Esta é vontade do Senhor, e a minha também para sua vida.

    A Paz do Senhor

    Wilson

  16. Fico pensando como os Cistãos irão se posicionar diante de tão grande desafio.Precisamos perdir para Deus em nome Jesus coragem para pronuciarmos as verdades eternas e irrevogáveis da Biblia sagrada.Hoje não basta seber a verdade é preciso coragem para poder pronucia-las.
    JESUS NOS DE FORÇA

  17. A linha de raciocínio do primeiro parágrafo faz algum sentido se ignorarmos:

    * Quem é Deus (Deuteronomio 30:19)
    * O que é família (GN 2:24)
    * Que tipo de amor é santificado por Deus (1a Corintios 13:5) (sabemos que não é todo tipo de amor que implica em aprovação de Deus (1 Tm 6:10))
    * E, finalmente, o que a Bíblia fala quando usa o termo “dom de Deus”:

    Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor. (Romanos 6:23)

    Que o Senhor tenha misericórdia da nossa nação e não permita que sejamos como os que “conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.” (Romanos 1:32)

    Repito: morte. Esse caminho leva a uma coisa: morte.

  18. Acho que é preciso distinguir o casamento civil do casamento religioso. Isso é muito importante.

    Quando se fala em casamento homossexual todo mundo pensa no efeito religioso, mas poucas pessoas pensam nos efeitos civis do casamento e o porque a união homossexual precisa ser regulamentada.

    Ora, é fato que pessoas do mesmo sexo vivem debaixo do mesmo teto e constroem um patrimônio em conjunto.

    Essas pessoas tem problemas para inclusão do companheiro em planos de saúde, sem mencionar a nebulosidade jurídica em torno da separação ou inventário.

    Importante frisar que não estou defendendo nada imoral, apenas alertando que existem muitas coisas envolvidas neste debate, muitos problemas enfrentados pelos homossexuais que não estão relacionados com o aspecto religioso do casamento e que não podem ser ignoradas.

  19. Não sei o por que do espanto dos amados leitores da Bíblia? Isso, está se cumprindo a palavra de jesus!
    É notório que isto vai passar no congresso brasileiro assim como passou no americano. Coisas mais abominável ainda vamos ver, “Quem estiver limpo limpe-se mais, quem estiver sujo suje-se mais”. Isso começa pela propria igreja, os pastores estão deixando de pregar salvação para pregar outras coisas, não vigiam e o diabo acha brecha para impetrar suas armadilhas, depois ficam chorando aí. não adianta, é o reflexo do que o mundo é hoje. Estão trocando os valores de Deus por prazeres da carne.
    E vai ser maior os desmando. Mais ai de quem causar esses absurdos, vai prestar conta com Deus. E os Estados Unidos são os grandes dissiminadores de mazelas no evangelho.

  20. Prezados,

    Gosto muito da revista ultimato, mas, amiúde me encontro perplexo pela identidade midiática “em cima do muro” da revista (e do grupo em geral). Parece que às vezes a fé foi esquecida pelos eloqüentes editores em detrimento de um debate sócio-antropológico-cultural. Não é legalismo e muito menos fundamentalismo exclamar em alto e bom som que isto (o casar baseado no amor; em breve veremos pessoas amando crianças, animais e casando com eles?) pode levar a blasfêmias inenarráveis. Isto não deveria ser um post de discussão, mas sim, de exortação a permanecermos na sã doutrina…

    Existe coisas inegociaveis porque assim ao Senhor aprouve; não cabe a nós mero pecadores redimidos pela graça irresistível do Senhor, alienarmos o que Ele não alienou por conta das praxis cotidianas…

    O Senhor tenha misericórdia de nós…

    Marcos Vital

  21. O DIABO CONTINUA A SUA BATALHA ,PARA NÃO IR SOZINHO AO INFERNO, ELE ESTÁ CONSEGUINDO LEVAR UMA MULTIDÃO
    QUE QUEREM MUDAR O QUE DEUS ESTABELECEU .COMO
    HOMEN E MULHER E PONTO FINAL.

  22. É estranho ter que comentar algo assim, mesmo sabedor dos “avanços” da interpretação bíblica por parte de alguns pastores; nosso objetivo aqui neste mundo é espalhar o amor de Deus, somos chamados a isso pelo próprio Jesus, o Cristo. Mas quando deixamos que as pressões liberais moldem nosso entendimento e blindem nossa capacidade de discernir bíblicamente, então encerrou-se aí a discussão ética-moral-social e entra, com vigor e autoridade a Palavra de Deus que diz, com todas as letras que o homossexualismo, além de esquisito, é pecado. Sem meios-termos, sem eufemismos. A Bíblia não deixa margens pra liberais explorações, e nossa regra é a Bíblia, não são as mentes comprometidas destes senhores, estranhos ao Evangelho. Em tempo.. Tinha que ser num templo da minha igreja? Que vexame!!!

  23. Usar os conceitos do amor de Deus revelado na Biblia para justificar as praticas homossexuais, seria o mesmo que ler Atos 2.44 e pensar que podemos nos apropriar das coisas do nosso próximo, desrespeitando o padrão de Deus revelado na Lei! Os defensores da “homossexulidade cristã” se justificam alegando que não estamos debaixo da Lei e sim da graça; seria bom que não se esquecessem, ou que conhecessem que a Graça não substituiu a Lei; Deus sabe que não conseguimos cumprir a Lei e por isso enviou seu Filho para fazer isso por nós! A Lei nunca será invalidada; ela foi cumprida por Cristo em nosso lugar. A falta de conhecimento da Escritura é a principal razão dessas interpretações de libertinagem.

  24. Ora. “canonizar” algo infame em nome do amor, é tentar simplificar algo complexo. Uma das características do amor, segundo a Palavra, é que “não folga com a injustiça, mas, com a verdade.” e se o que Deus diz não for a verdade, estamos perdidos. O fato que uma leva de “ministros” apóia algo antibíblico, não legitima isso, antes, descredencia aos ministros ante ao Senhor. Mas, que isso vai aumentar e muito, podemos esperar, para que se manifestem os que deveras são do Senhor.

  25. Puxa. O tempo passou, e a onda chegou no Brasil.
    Acho que é hora de reacender este assunto.
    As opiniões citadas acimas, as quais eu compartilho, já foram bem endossadas.

    Ilustro essa situação como uma casa suja e cheia de ratos. E a questão que levanto é: O que temos feito? Expulsado os ratos, nos acostumado com eles ou limpado a casa?
    Vejo muitos pastores lutando freneticamente contra a PL122 e a permanência da União Homoafetiva, que já foi legalizada. Vejo muitos pastores aceitando a homossexualidade como cristã. Mas, sinceramente, não vejo pastores pregando amor e escape a eles. Ninguem quer pessoas ”defeituosas” nas suas igrejas. Falam deles como se eles não tivessem solução, e já estivessem fadados à condenação. Jesus quer libertá-los, mas os pastores não! Nunca vi Malafaia dizer que eles não precisam aceitar essa condição na vida deles, que são amados e desejados pelo Senhor. Que Ele quer tomá-los pelos braços, tirá-los dessa situação… coisa que facilmente diria a um solteirão hétero.
    Diante dessa situação, é difícil não ver preconceito em meio a esse movimento.

    Convido a igreja a mudar essa situação, e pregar amor aos homossexuais. Não um amor irresponsável ou legalista. Mas um amor ágape, responsável… o prórpio amor de Deus.

  26. O SENHOR VIU A NEFASTA INSTITUIÇÃO DE CASAMENTOS GAYS, E, COM ELA , O RECRUDESCIMENTO DA IMORALIDADE NO MUNDO: (JB.6.65) – POR CAUSA DISTO É QUE TENHO DITO: (SL.78.1)- ESCUTAI POVO MEU, A MINHA LEI, PRESTAI OUVIDOS AS PALAVRAS DA MINHA BOCA:
    (NE.4.19) – Disse eu aos nobres, aos magistrados, e ao resto do povo: (DT.29.10) – Vós estais hoje perante o Senhor vosso Deus, os cabeças das vossas tribos, e vossos anciãos, todos os Homens de Israel: (LS.6.2/4) – Ouvi, pois, ó reis, e entendei, tomai a instrução ò Juízes de toda a terra, aplicai os ouvidos, vós, que governais os povos, e que gloriais de terdes debaixo de vós muitas nações; porque de Deus vos tem sido dado o poder, e do Altíssimo a força, o qual vos perguntará pelas vossas obras, e esquadrinhará os vossos pensamentos: (2CR.19.6) – Vede o que fazeis, porque não julgais da parte do homem, e sim, da parte do Senhor, e no julgardes Ele está convosco: (CL.3.17)– E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus; dando por ele graças a Deus: (NM.32.23) – Porém, se não fizerdes assim, eis que pecastes contra o Senhor, e sabei que o vosso pecado vos há de achar:
    (IS.1.10) – Ouvi a palavra do Senhor, vós, príncipes de Sodoma, prestai ouvidos à lei do nosso Deus, povo de Gomorra; (EC.28.7) – porque a corrupção e a morte estão a cair sobre aqueles que quebrantam os mandamentos do Senhor: (1CO.6.18) – Fugi da impureza: Aquele que pratica a imoralidade peca contra o próprio corpo: (EC.10.32) – Quem justificará ao que peca contra a sua alma? (LC.9.25) – Que aproveita o Homem ganhar o mundo inteiro e vier a perder a sua alma?(TG.4.1)–De onde procedem guerras e contendas que há entre vós? De onde, senão dos prazeres que militam na vossa carne? (MT.26.41) – Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o Espírito na verdade está pronto, mas a carne é fraca: (PV.15.3) – Os olhos do Senhor estão em todo lugar contemplando os maus e os bons: (LC.6.10) – E fitando todos ao redor, disse ao homem: (LV.18.22) – Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; é abominação: (1CO.6.9/10) – Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: Nem impuros, nem idolatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas; nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus:

  27. as escrituras dizem “…” – é verdadeiro porque é a palavra de deus;
    deus diz “…” – é verdadeiro porque está nas escrituras.
    entao as escrituras sao verdadeiras por causa de deus e sabemos que deus é verdadeiro pelo que está nas escrituras.. ninguém cansou ainda de acreditar e reproduzir histórias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>