Ninguém é perfeito, é verdade. Mas de Deus não se zomba

Quem conhece ou leu Ronald Sider, em especial o seu "Cristãos Ricos em Tempo de Fome", sabe que o livro O Escândalo do Comportamento Evangélico — por que os cristãos estão vivendo exatamente como o resto do mundo?1 não deixa por menos: “Se os cristãos não vivem aquilo que pregam, o cristianismo se torna uma farsa”.

Claro, problemas existem. E a leitura bíblica elimina qualquer visão romântica até mesmo da sempre lembrada Igreja Primitiva. Ali também havia brigas, inveja, ações judiciais raivosas entre cristãos, entre outros escândalos dentro da igreja.  “No entanto, a resposta de Paulo não é o rebaixamento dos padrões a fim de acomodarmos os nossos fracassos, mas a exigência de arrependimento e de um viver santo. […] A igreja não deve ser apenas diferente, ela deve estar muito além do resto da sociedade. […] Sobre o caráter multiétnico da igreja, as congregações deveriam estar à frente na luta contra o racismo, e não defasadas em relação ao resto da sociedade. […] Sobre partilhar os bens e os recursos com os irmãos, a igreja deveria se posicionar corajosamente contra o materialismo. […] Um membro da igreja está tendo uma conduta sexual flagrantemente inapropriada (1 Co 5)? Coloquem-no para fora da igreja! E Paulo lista vários pecados que exigem disciplina da igreja, ordenando aos cristãos de Corinto que não se associem com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador” (1 Co 5.11, RA).

Nas palavras do pastor Ricardo Gondim, “enquanto alguns repetem discursos ufanistas, multiplicam-se os escândalos éticos. Em tempos assim, a profecia precisa ser interna. Deus levantou Ronald Sider, principal preletor do 4º Encontro Nacional RENAS,  como uma "voz clamando do deserto" pelo arrependimento dos próprios evangélicos.

Nota
1. Publicado nos Estados Unidos como "The Scandal of the Evangelical Conscience" (Baker Books), recebeu o Christianity Today Book Award 2006, prêmio entregue pela revista norte-americana Christianity Today.

  1. Deus tenha misericórdia de nós que somos cristãos. Pois lamentavelmente estamos pouco a pouco perdendo nossa identidade. Antigamente um cristão tinha até um certo respeito anos atrás, mas hoje por causa de nossa conformidade com os padrões mundanos dentro da igreja, estamos caindo num pocço de lama. Mas creio também que Deus pela sua providencia saber preservar os seus eleitos, não cheixando que eles se corrompão, Precisamos orar mais, viver mais a Palavra de Deus, e louvar menos.

  2. Esta Opinião e comentário de Ronald Sider é muito oportuna e a propriada para o momento,é preciso ter coragem e Espiríto prá ou- sar como ele entre outros como Dave Hunt para cutucar os Cristãos de nossa época a qual me inclúo.muito bom este comentário,é 10!
    Deus tenha misericórdia de nós,amém.

  3. O artigo é pertinente aos dias atuais, se cada cristão olhasse para dentro de si e voltasse a viver de acordo com a Palavra com toda certeza estariamos dando bom testemunho aos que tão de perto nos rodeiam, pois temos a responsabilidade de testemunhar o amor de Cristo!! Amém!!!

  4. Excelente artigo para nossa reflexão e mudança de atitude. Como precisamos hoje de uma reforma em nossa vida, começando por mim.

    Parabéns e que Deus continue levantando profetas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *