1 – Reconhecer que não possuo o controle sobre minhas ações.
2 – Reconhecer que Deus pode me sarar.
3 – Entregar minha vida sob o controle de Deus.

Esses são os três primeiros passos do programa conhecido como “12 passos” utilizado pelos Alcoólicos Anônimos. Esse programa visa restauração da imagem de Deus, pessoal e social, para uma melhor vivência, entendendo o ser humano como é se relacionar com Deus, consigo mesmo e com o próximo da maneira que fomos feitos para fazer. 

Mike Portnoy é baterista de uma banda chamada Dream Theater. Ele fez os 12 passos e escreveu músicas a respeito de sua caminhada pessoal. A primeira chama-se “Glass Prison” (Prisão de Vidro), que demonstra a escravidão que os nossos vícios nos causam. Para ver e apreciar a música clique aqui. Notem a intensidade dela com os versos que se seguem. A numeração da música é referência a cada um dos passos.

Veja também a tradução da música “Glass Prison”.

Retirado do blog Obs.Tetras — Observações quadradas para um mundo redondo sobre um Deus triúno (obs-tetras.blogspot.com/)

  1. Fico muito feliz em ver um reconhecimento da graça numa as músicas do Dream Theater. Não sei quantos que lêem esta revista gostam deles, mas são bem conhecidos no mundo da música pelos arranjos que fazem e pelas letras que abordam muitíssimos e variados temas dentre eles, posso citar, certezas ou incertezas sobre o futuro, ao encarar a vida após a morte (Afterlife) até mesmo letras que traduzem sentimentos de dor nacional (sacrificed sons).

    Achei um ótimo “insight” a publicação do comentário sobre a letra e da própria tradução. Parabéns pelo post, esse vai pro meul blog!!!

    Abraços!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *