Olá meus amigos de além mar, 

Eu ainda estou vivo, apesar de não ter dado o ar da graça aqui no blog. A culpa é dos meus professores. Mas hoje ouvi algo animador que aliviou um pouco este estudante que vos fala, e gostaria de passar adiante: "Os estudos são uma árvore de raízes amargas, cujos frutos são doces". 

Deixando a conversa de lado, vamos ao que interessa. Da próxima vez que vocês forem reclamar que pagam um monte de impostos e não são bem representados no Congresso, ou que não veem nenhum resultado prático no dia-a-dia, não se sintam sozinhos: vocês não são os únicos.

Já explico o porquê. Desde que cheguei aqui em Washington-DC uma coisa sempre me intrigou muito. Todas as placas de carro têm um dizer mais ou menos assim: "taxation without representation", ou, numa tradução bem ao pé da letra, "impostos sem representação".

Curioso sobre o que aquilo significava, conversei com algumas pessoas e fiz uma breve pesquisa. Descobri o seguinte: os moradores da capital americana pagam impostos, mas não têm direito a representação no Congresso Americano (U. S. Senate e the U.S. House of Representatives). Isso mesmo! O meio milhão de pessoas que moram aqui pagam a segunda taxa mais cara dos Estados Unidos de Imposto de Renda, mas não têm direito a voto nas decisões do país, e isso justifica o protesto nas placas dos carros.

A explicação que achei no site dcvote é que, quando a capital foi criada, estableceram que a mesma seria uma área politicamente neutra no país; ou seja, sem influência nas tomadas de decisão do governo americano.

EUAvisei que as coisas aqui não eram mil maravilhas!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>