Pesquisa revela que a Bíblia é pouco conhecida
A Bíblia, apesar de ser o livro mais difundido e traduzido no mundo, com versões em 2.454 idiomas, seu conteúdo continua quase desconhecido em muitos países de maioria cristã, segundo pesquisa apresentada ontem, no Vaticano, realizada entre católicos, protestantes e ortodoxos.

Participaram da pesquisa encomendada pela Federação Bíblica Católica 13 mil pessoas de nove países: Estados Unidos, Grã-Bretanha, Holanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Polônia e Rússia. Foram levadas em conta as diversas tradições cristãs para alcançar uma referência concreta da relação dos cristãos com a Bíblia.

Somente 14% dos italianos entrevistados deram respostas corretas a perguntas básicas de conhecimento sobre a Bíblia, tais como: "Os evangelhos são parte da Bíblia?", "Jesus escreveu livros da Bíblia?" e "Quem, entre Moisés e Paulo, era um personagem do Antigo Testamento?". Leia mais.

  1. A Bíblia é muito pouco conhecida inclusive entre aqueles que se dedicam à sua leitura. Pois a Bíblia é um livro para ser mesmo pouco lido e muito para ser estudado. Extrair da Bíblia seus princípios universais e eternos exige do buscador verdadeiro empenho: reflexões, pesquisa nas línguas originais, desembolsos financeiros, etc. Mas é tudo extraordinariamente compensador, pois se trata de investimento para a eternidade. Quaisquer outros investimentos que se façam, seus efeitos estão cerceados pela finitude da vida material; mas o empenho na busca prioritária pelo “reino dos céus e sua justiça” resulta-nos em boa colheita em todas as dimensões da vida! Advogo a criação de excelentes escolas dominicais e uma ampla divulgação de suas existências, onde qualquer pessoa – inclusive ateus e cépticos – possa obter sólido conhecimento acerca das verdades espirituais. Escolas onde possam ser esclarecidas as aparentes contradições da Bíblia, pois tais “contradições” leva muitas pessoas a desistir de sua leitura, estudo e pesquisa.
    Saudações,
    Vivaldo
    vivaldoandrade@uol.com.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>