ARocha Caminhada_Conde_PB 30_06_2013 (1)

No dia 29 e 30 de junho caminhadas comemorativas dos 30 anos da A Rocha no mundo aconteceram em Campinas/SP e Conde/PB. São Paulo precisou adiar por conta das chuvas, mas quem caminhou adorou a experiência e conta aqui.

Em Conde/PB, Hernani (Tesoureiro ARB) e Maria Eugênia (voluntária ARB) contam como foi caminhar pela Fazenda Paraíso:

“A caminhada no Conde foi um tempo muito rico de caminhar com Deus e de contemplação e oração pela sua criação de uma forma muito especial. Foi um dia maravilhoso, muito bom para caminhar, não muito quente, mas de sol e brisa.

Agradecemos a Fagner Batista dos Santos (10 anos) e Henrique dos Santos (8 anos) filhos de trabalhadores da Fazenda, a Jérémi Lavoie e sua esposa Carine, missionários e coordenadores de cursos da Jocum na base de Mata Redonda/PB, Roberto da Fundação Educar, Dom Ridout (Beeeconomis que veio de Olinda/PE), e Hector Caldas (João-pessoense amigo de Hernani e Maru), à familia Farias: Carlos Glaucio de Farias, Marcia Farias (sua esposa), Carlos Augusto B. Farias (seu filho) e Dona Nina (mãe de Marcia). Todos estavam muito dispostos mas para alguns seria muito puxado caminhar pela ladeira da mata, então reunimos todos no regresso e pudemos compartilhar um belo tempo de comunhão e oração pelos 30 anos de A Rocha.
Durante a caminhada compartilhamos o itinerário de oração da Caminhada. Oramos e intercedemos juntos nas paradas e no final da mesma. O material é de A Rocha Internacional e está disponível para todos no site.  

Somos muito gratos a Deus por compartilhar juntos esse momento de caminhada com Ele, em contemplação, oração e interceção pela sua criação e pelo fato de poder passar unidos em celebração pelos 30 anos de A Rocha ao redor do mundo.

Somos muito gratos a Deus pelo Dom Ridout e o Hector Caldas pelas imagens maravilhosas que eles fizeram para nos lembrar destes belos momentos (veja aqui).

Desejamos que este breve relatório seja outra pequena inspiração de Deus para que com Ele continuemos caminhando, em união, para seguir cuidando da sua criação em consciente e responsável alegria.”

 

Raquel também conta como foi a caminhada em Campinas (SP):

“Em Campinas a caminhada aconteceu no sábado, dia 29, em um importante parque urbano da cidade, o Parque Ecológico Monsenhor Emílio José Salim (Parque Ecológico de Campinas). A escolha do Parque foi proposital, pois apesar de ficar a menos de 5km do centro da cidade e abrigar diversas espécies nativas da Mata Atlântica, ele é pouco visitado pela população por puro desconhecimento da sua existência. Nossa caminhada foi uma forma de apresentar o Parque ao grupo local (estávamos em 6 pessoas), contemplar sua diversidade natural e reconhecer sua importância no contexto ambiental de nossa cidade. Caminhamos em ritmo de contemplação, com os olhos e ouvidos bem atentos ao ambiente ao nosso redor. Após a caminhada pelas trilhas do Parque pudemos também conhecer mais sobre sua história e, consequentemente, história de nossa cidade visitando o Museu (casarão) que ele abriga. O Parque Ecológico foi construído onde foi fundada, em 1806, a Sesmaria e Engenho Fazenda Mato Dentro. Depois incorporado em 1937 pela Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, como estação experimental do Instituto Biológico e apenas em 1987 foi transformado em Parque Ecológico pelo governo estadual.

Como a maioria das grandes cidades, Campinas não possui muitas áreas verdes públicas, então demos graças a Deus pela existência do Parque Ecológico que apesar do descaso dos órgãos públicos e da população ainda mantem uma diversidade nativa significativa e bem próxima de nós.” Fotos desta caminhada podem ser vistas aqui.

Maria faceira (Syrigma sibilatrix).

Maria faceira (Syrigma sibilatrix).

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *