Futebol na Comunidade Nova Aliança - Manaus

Muito se fala sobre sustentabilidade, pouco se entende na verdade. É isso que diz Oded Grajew em seu texto de hoje na Folha de São Paulo (link aqui!).

“Sustentabilidade é a habilidade de sustentar ou suportar uma ou mais condições, exibida por algo ou alguém. É uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Ultimamente este conceito, tornou-se um princípio, segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras, e que precisou da vinculação da sustentabilidade no longo prazo, um “longo prazo” de termo indefinido, em princípio”. (Wikipedia)

Bem exemplificado em seu texto, Oded Grajew diz que “Solidariedade é sustentável. Individualismo é insustentável.” Só essa afirmação já seria o suficiente para entendermos a sustentabilidade sob a bandeira da missão, deixada por Jesus a todos nós.

Nada no cristianismo é individual. A vida, a caminhada, o discipulado, o crescimento, são frutos de compartilhar a vida comunitária onde o outro é abençoado pela comunidade e vice-versa.

Sem lugar para dormir, sem alimento estocado, sem trocas de roupa. Uma vida dependente das pessoas foi que Jesus escolheu para o seu trabalho enquanto esteve entre nós. Individualismo era uma palavra que não existia no vocabulário e na vida de Jesus.

Ser sustentável é ser mais parecido com Jesus. É estar atento às necessidades das pessoas, é ser sensível à dor do outro, é repartir o pão, a roupa, a casa, o tempo, a vida.

É também não se acomodar com as injustiças, é ser cidadão ativo da sociedade, é fiscalizar governantes, é acompanhar o orçamento da cidade, é participar de mobilizações em prol do bem comum, é se juntar aos vizinhos e exigir mais qualidade de vida a todos, com segurança, mobilidade, alimento acessível e saudável, água e esgoto tratados.

Jesus era e é 100% sustentável. Sua missão era um mundo igualitário para todos e todas, com vida plena, em todos os sentidos. Sem desperdício, mas com muita qualidade de vida.

Que situação ao seu redor é insustentável? Que tal começar por aí?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>